Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
(67) 99659-5905
REGIÃO

Trabalhador de fazenda é encontrado morto em Santa Rita do Pardo

20 fevereiro 2020 - 14h20Por Da redação

Francisco Salustiano Mota, 64 anos, foi encontrado morto na tarde de ontem (19) no pasto de uma fazenda em Santa Rita do Pardo. O homem trabalhava como capataz na propriedade rural. 

Segundo informações do site Campo Grande News, dois funcionários da fazenda contaram à polícia que Francisco saiu para trabalhar no período da manhã e, à tarde, foi encontrado caído no pasto. 

Os funcionários levaram o capataz ao hospital da cidade, mas ele já estava sem vida. O médico que atendeu o caso informou à polícia que a suspeita é de que Francisco não tenha morrido naquela data porque o corpo apresentava larvas e sangramento no ouvido.

O médico também descartou que a morte tenha sido natural. O caso será investigado pela Polícia Civil de Santa Rita do Pardo.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEÃO
Entrega do Imposto de Renda com atraso tem multa a partir de hoje
MATO GROSSO DO SUL
Hotel deve indenizar pais de vítima que morreu afogada
DOURADOS
Aced distribui informativo, máscaras e cartazes de incentivo ao comércio
BRASIL
Plano Safra terá mais recursos e menos juros
MATO GROSSO DO SUL
Decreto reconhece crédito extraordinário aberto pelo Poder Executivo
BELA VISTA
Assentado é multado por exploração ilegal de madeira e desmatamento
ECONOMIA
Dólar tem forte queda e fecha a R$ 5,31 no 1º pregão de julho
PONTA PORÃ
Homem é encontrado morto embaixo de árvore e suspeita é que ventania gerou acidente
TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso ao transportar 260 kg de maconha em “mocó” de caminhão
POLÍCIA
DOF bate recorde de apreensões de droga no 1° semestre do ano com 109 t

Mais Lidas

REGIÃO
'Ciclone bomba' traz ventos fortes e alertas de granizo, chuvas e queda de temperatura a Dourados
PANDEMIA
MS soma mais cinco mortes de coronavírus; morador de rua douradense é uma das vítimas
POLÍCIA
Dupla é presa por tráfico de drogas no Dioclécio Artuzi
PANDEMIA
Dourados tem quatro mortes por Covid em 24 horas, uma das vítimas médico