quarta, 08 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
21°min
Campo Grande
32°max
22°min
Três Lagoas
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Rapaz de 19 anos foi morto em ação desatrosa da polícia

15 outubro 2003 - 09h54

Carlos Alexandre Macena, rapaz de 19 anos seqüestrado com outros dois rapazes e assassinado esta madrugada no acesso à Logoa Rica, na saída para Três Lagoas, foi vítima de uma ação policial desastrosa. Ele tinha sido preso e algemado junto com Ricardo Lino Martins, de 18 anos, e um outro rapaz, chamado Joel, por suspeita de integrarem uma quadrilha, liderada por um paraguaio, que assaltava casais de namorados nos altos da Avenida Afonso Pena. Aparentemente por "acidente", o bombeiro que trabalha no 4º DP, e que participou da ação junto com um agente da delegacia, ameaçou Macena com uma arma a dizer onde poderia ser encontrado o paraguaio, que desconfiado da chegada deles havia fugido, e acabou disparando acertando a boca dele. Socorrido pelos bombeiros, Macena morreu no Hospital Regional.Após o suposto "acidente", e sem conseguir extrair informações sobre onde poderia ser encontrado o paraguaio chefe da quadrilha, o agente de polícia civil, segundo o delegado Sidney Alberto, acabou soltando os dois rapazes, que estavam algemados depois de terem sido presos no Jardim Panorama. Tudo isso acabou sendo testemunhado pelo bombeiro aposentado Valmir Gomes Borba, que tinha sido vítima da quadrilha. O delegado não acredita, porém, que o outro bombeiro, cujo nome não foi revelado, atirou no rapaz por vingança. "Valmir Gomes Borba, no intuíto de assustar, acabou disparando e tiro pegou na boca de Carlos Alexandre Macena", afirmou. "Provavelmente foi acidente, uma imprudência muito grande", emendou.Após o crime, o bombeiro teria desaparecido que usou um revólver, aparentemente de calibre 38. O agente retornou à delegacia.Um dos dois rapazes que foram soltos pelo agente, Ricardo Lino Martins, chegou na casa dele e contou tudo para a mãe, que foi até a delegacia e conversou com o delegado, denunciando o fato. Este mandou uma viatura na casa, onde Ricardo estava, para esclarecer os fatos. Pouco depois, a Polícia Militar encontrou o corpo de Mecenas e as peças do quebra-cabeças se juntaram.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Exportação de produtos de defesa soma US$ 1,57 bilhão até novembro

Medida Provisória cria benefício de R$ 400 para famílias de baixa renda
POLÍTICA

Medida Provisória cria benefício de R$ 400 para famílias de baixa renda

Adolescente é apreendido por direção perigosa e desobediência
RIO VERDE

Adolescente é apreendido por direção perigosa e desobediência

Cerimônia de abertura do Eco Pantanal Extremo acontece nesta quinta-feira
ESPORTE

Cerimônia de abertura do Eco Pantanal Extremo acontece nesta quinta-feira

PANDEMIA

Covid-19 atinge 42 idosos em asilo em Jales e três morrem

EDUCAÇÃO

Medida provisória cria programa de acesso gratuito à internet para alunos de escola pública

NOVA ANDRADINA

Foragido da justiça é encontrado e preso

ECONOMIA

Abate de frangos e suínos no Brasil registra recorde, diz IBGE

DOURADOS

Ao buscar filha na casa do ex-marido, jovem é agredida por ele e mais duas mulheres

PANDEMIA

Comissão de Turismo debate viabilidade do Carnaval em 2022

Mais Lidas

OPERAÇÃO GEMINUS

Dono de transportadora de Dourados é preso em Operação que investiga tráfico de cocaína

REGIÃO

Douradense se afoga em balneário de Fátima do Sul

RIO DOURADOS

Bombeiros localizam corpo de douradense que se afogou em Fátima do Sul

OPERAÇÃO GEMINUS

PF cumpre 11 mandados em Dourados contra esquema de tráfico internacional de drogas