Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
CRIME AMBIENTAL

Proprietário é multado em R$ 70 mil por degradação de área protegida

06 julho 2020 - 14h05Por Da Redação

Policiais militares ambientais de Aquidauana receberam denúncias e realizaram fiscalização ambiental em uma propriedade rural, localizada nas proximidades da BR-419, a 7 km da cidade, no município de Anastácio e verificaram a degradação de área de nascente e de suas matas ciliares, que são de preservação permanente (APP) e protegida por lei.

O infrator, um homem de 41 anos, residente em Anastácio, foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 70 mil. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção.

Com uso de máquinas, o proprietário construiu um tanque de piscicultura de grande proporção, derrubando a vegetação ciliar das nascentes de um curso d´água que corta a propriedade e revolveu o solo da área protegida por lei, sem autorização ambiental. As atividades foram interditadas. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Com risco de incêndio, limpeza em ecoponto deve demorar uma semana
DOURADOS
Motociclista deve ser indenizado por prejuízos após acidente
GUIA LOPES DA LAGUNA
Tentativa de fuga termina com 1,2t de maconha apreendidas
PANDEMIA
Dourados vai a 4,6 mil confirmações do novo coronavírus, mas casos ativos são 453
BRASIL
IGP-M sobe 1,46% na primeira prévia de agosto
DESENVOLVIMENTO
Capital terá mais de R$ 20 milhões da União para revitalizar corredor gastronômico
DOURADOS
Prefeitura anuncia 5º nome para comando da Secretaria de Saúde
PANDEMIA
MS se aproxima de 32 mil casos e soma mais 14 óbitos
PANDEMIA
Após três dias internado por Covid, deputado tem alta de hospital em MS
ELEIÇÕES
Os partidos e as contas bancárias necessárias

Mais Lidas

DOURADOS
Homicídio ocorreu após madrugada de farra e confusões na Jaguapiru
REGIÃO
Professora morre ao ter moto atingida por carro
PANDEMIA
Paciente internado em Dourados morre de coronavírus
DOURADOS
Acidente entre carro e moto deixa homem em estado gravíssimo