Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

PRF utiliza novo equipamento para vigiar fronteiras

04 março 2013 - 15h25

A PRF passou a utilizar uma nova arma no combate à criminalidade nas nossas rodovias: escaneres capazes de verificar veículos em movimento e identificar neles eventuais indícios de crime, como drogas, armas, explosivos, munições, pessoas e outros.

Esses equipamentos foram adquiridos para auxiliar o trabalho dos policiais, de forma a aumentar a eficiência e reduzir a exposição do policial, que saberá antecipadamente qual veículo abordar e planejar o nível de abordagem.


A polícia se prepara, porque o crime organizado tenta a todo custo transportar seus ilícitos para as os centros consumidores utilizando nossas rodovias, favorecidos por uma fronteira seca.

De posse disso, a PRF tem buscando de forma constante o aparelhamento para combater estas ocorrências.

Os policiais passaram a contar em 2011 com um Helicóptero Colibiri de forma definitiva com base em Campo Grande, o MS recebeu do ano passado até agora, 120 novos policiais. Agora, passamos a contar também com equipamento scâneres.

O equipamento foi adquirido a um custo de 2 milhões de reais iniciou seus trabalhos dia 7 de Dezembro. Neste primeiro dia, já flagou 406 Kg de Cocaína em compartimento escondido na baú de um caminhão câmera fria. Desde esta data, as apreensões continuaram a ocorrer. Até 28 de de Fevereiro foram 131 pneus 522.400 Kg de Cocaína, 131 pneus contrabandeados, 21 litros de bebidas, 5000 peças de roupas, 1 submetralhadora, 3 pistolas, 2 revólveres, 50 munições, 2 menores sendo transportados juntos com cavalos. 441 medicamentos importados de origem desconhecida (comumente utilizadas como anabolizantes), 221 Kg de Maconha num total de 6 pessoas presas.


Muito mais que uma aquisição de equipamento, os escaneres marcam nossa presença na Estratégia Nacional de Fronteiras, onde atuamos também nas operações Agatha e Sentinela.

O modelo comprado permite escanear veículos com ou sem pessoas no interior, sem qualquer risco para a saúde de motoristas e passageiros. (Há um ofício da Comissão nacional de Energia Nuclear referendando isso.). Já é utilizado largamente pelos EUA na fronteira com o México.


Em virtude desta possibilidade, pode-se escanear um número muito maior de veículos, já que não é preciso que as pessoas saiam do interior. Basta passar com o equipamento do lado do veículo, mesmo em movimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Guedes diz que anunciará três ou quatro privatizações em até 60 dias
ARTIGO
Pais & Filhos
INVESTIGAÇÕES
Polícia desarticula quadrilha responsável por furtos e tentativa de homicídio em Dourados
MAPEAMENTO
Sistema interligará bancos de dados sobre educação em saúde
REGIÃO
Após discussão, homem joga álcool sobre companheira e ameaça atear fogo
POLÍTICA
Douradenses tem até dia 30 para fazer sugestões ao Plano Diretor
PANDEMIA
Perto de 30 mil casos, Governo do Estado amplia testagem para Covid-19
FRONTEIRA
Ação conjunta resulta na apreensão de 2 t de maconha em Ponta Porã
DOURADOS
Prefeitura contrata empresa por R$ 2,8 milhões para patrolar zona rural e área indígena
PANDEMIA
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos
TRAGÉDIA
Uma pessoa morre em acidente grave na rodovia BR-463