Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
CONTRABANDO

PRF apreende 100 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai

20 outubro 2017 - 13h35Por Da redação

Na tarde de ontem (19), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu em Rio Verde de Mato Grosso, 100 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai sem documentação fiscal, na BR-419.

A droga estava no veículo VW/7.110, com placas de Campo Grande e estava sendo conduzido por um homem de 38 anos. A equipe encontrou no compartimento de carga do caminhão, 200 caixas de cigarros que totalizaram 100 mil maços. O prejuízo para o contrabando é de R$ 500 mil.

De acordo com informações da PRF, o motorista declarou que pegou o caminhão em Aquidauana e levaria até Coxim, onde receberia pelo transporte.

Os policiais encontraram ainda, um rádio telecomunicador, um celular e a quantia de R$ 954.

O veículo com o cigarro e condutor, foram encaminhados à Polícia Federal de Campo Grande.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Ambiental fecha suinocultura em área protegida e autua gerente
VIREI BOIOLA
Bolsonaro faz piada homofóbica com guaraná no Maranhão; políticos reagem
AMAMBAI
Homem é preso em flagrante arrastando cadela pelas ruas
SISTEMA DE PAGAMENTO
Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados
MEIO AMBIENTE
PMA Captura jiboia de quase três metros e arara ferida em residências
BRASIL
Justiça manda Saúde dizer se feijão do Pastor Valdemiro cura Covid-19
MS
Operação “Divisas Integradas III” apreende mais de 7 toneladas de drogas
MORTA A FACADAS
Brasileira é uma das três vítimas do atentado em Nice, na França
CAPITAL
Polícia demora 8 horas para prender, mas ladrão é solto em 3 minutos
DENTISTA
Cassems ressalta a importância da saúde bucal desde a primeira infância

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS