Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020
(67) 9860-3221
HARRISON DE FIGUEIREDO

Preso com revólver, homem disse ter se armado contra ameaças de rival

27 fevereiro 2020 - 08h37Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo na noite de quarta-feira (26/2), na rua H-4, bairro Harrison de Figueiredo, em Dourados. Com José Sandro, 23, a Guarda Municipal encontrou revólver calibre 32 carregado com seis munições e um cigarro de maconha. 

Conforme a ocorrência, o flagrante aconteceu durante rondas pela região. Na tentativa de abordagem, o suspeito ainda tentou mudar de direção, mas foi contido pela equipe. 

Questionado, o rapaz contou ter comprado há pelo menos quatro anos de um indígena na BR-163 por R$ 1,5 mil e portava o objeto após receber ameaças de outra pessoa.

Encaminhado ao 1º Distrito Policial de Dourados e autuado pelo porte. José teve fiança de R$ 2.090 arbitrada. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Rapaz é espancado por trio após ser acusado de ‘ficar’ com adolescente
JUDICIÁRIO
STF dá 48 horas para Bolsonaro listar ações tomadas contra a Covid-19
CAMPO GRANDE
Polícia resgata duas pessoas que ficaram presas em carro sob forte sol
SOLIDARIEDADE
Campanha Online da UEMS irá ajudar alunos durante a Covid-19
COXIM
Socorrida por bombeiros, mulher arromba armário e furta morfina de hospital
MEIO AMBIENTE
Ambiental captura jiboia com mais de dois metros em residência de Coxim
RECURSOS
MPT destinou R$ 124 milhões para prevenção e combate à Covid-19
BENEFÍCIO
UFGD mantém assistência a estudantes durante suspensão do calendário
CORONAVÍRUS
Câmara aprova projeto de lei que libera remédios sem aval da Anvisa
DOURADINA
Polícia apreende meia tonelada de agrotóxicos na região da Grande Dourados

Mais Lidas

REGIÃO
Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital
COVID-19
Primeiro óbito por coronavírus do Estado é registrado em Dourados
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
COVID-19
MS tem oito confirmações de coronavírus em 24h e suspeitos chegam a 51