Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
TRAGÉDIA

Policial mata cinco da própria família e comete suicídio no Paraguai

03 julho 2020 - 16h50Por Da Redação

Um oficial de polícia paraguaio assassinou a tiros membros da própria família durante a madrugada desta terça-feira (3) em Capiatá, cidade que fica a 20 quilômetros de Assunção, capital do Paraguai. 

Conforme informações dos sites ABC Color e Última Hora, o homem matou os sogros, a cunhada e seus dois filhos, tirando a própria vida na sequência. 

A cunhada é uma adolescente de 16 anos, também filha do policial. Os outros dois filhos assassinados tinham um e dois anos. 

As investigações apontam para um descontrole do homem, que estava sofrendo de depressão após mudança da esposa para Espanha. 

Testemunhas afirmam que o policial usava drogas e constantemente ficava “fora de si”, mas não havia feito ameaças contra os parentes e filhos. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Jogo da Série B do Brasileirão é adiado após 18 atletas testarem positivo para o coronavírus
LICITAÇÃO
Empresa ganha contrato de R$ 71 mil para confecção de letreiro turístico em Dourados
PANDEMIA
Taxa de letalidade sobe para 1,7% em Mato Grosso do Sul
CAMPO GRANDE
Instalações precárias fazem TRE-MS mudar local de votação na Capital
MATO GROSSO DO SUL
Deputado Marçal destina recursos para Hospital do Amor de Nova Andradina
REGIÃO
PM encontra carga de maconha durante ocorrência por violência doméstica
AMAMBAI
Homem acorda durante a noite e descobre casa em chamas
CORUMBÁ
Homem espanca ex-namorada após ver mensagens em celular
DOURADOS
Secretário de saúde deixa pasta um dia após ser nomeado por prefeita
CONTRABANDO
Carro 'recheado' com 12 mil maços de cigarro paraguaio é apreendido em MS

Mais Lidas

REGIÃO
Professora morre ao ter moto atingida por carro
DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Acidente entre carro e moto deixa homem em estado gravíssimo
FRONTEIRA
Ex-lutador de MMA é executado a tiros em confraternização