Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Policiais dividem espaço com presos comuns em presídio de CG

15 dezembro 2004 - 18h36

 Integrantes da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil estiveram na manhã de hoje no Instituto Penal de Campo Grande e confirmaram denúncias feitas por policiais e ex-policiais que se encontram à disposição da Justiça, os quais es-tão acomodados, juntamente com presos comuns, em um mesmo pa-vilhão. Tendo em vista a irregularidade, a diretoria da entidade enca-minhou ofício às autoridades solicitando com urgência a remoção dos internos para o Presídio Militar.A denúncia foi encaminhada à OAB no dia 18 de novembro por um grupo de policiais e ex-policiais que tiveram a liberdade sus-pensa por determinação judicial. Alguns deles já possuem condenação em definitivo e outros ainda aguardam julgamento de recursos impe-trados junto ao Tribunal de Justiça.Na carta encaminhada à Ordem eles informaram que no solá-rio destinado aos ex-policiais convivem com cerca de 40 presos co-muns. Por conta disso, segundo os denunciantes, são constantes as ameaças, constrangimento e atitudes discriminatórias por parte dos demais internos, que teriam inclusive agredido um ex-policial que cumpre pena no local.A preocupação dos denunciantes é a de que na eventualida-de de ocorrer alguma rebelião estes estariam com a vida em risco. Na manhã de hoje os advogados Nilson Pereira de Albuquerque, Roberto Fauri e Nelson Passos Alfonso, da Comissão de Direitos Humanos da Ordem, estiveram no Pavilhão I, Setor II do IPCG, onde constataram as irregularidades.De acordo com o presidente da CDH, Nilson Albuquerque, os policiais e ex-policiais jamais deveriam estar dividindo espaço com presos comuns. “Através da Lei 2.067/03 foi criado o Presídio Militar, que é o local adequado para acomodar essas pessoas”, explicou.O problema foi levado ao conhecimento da diretoria da OAB, que na manhã de hoje encaminhou expediente ao Poder Público soli-citando com a máxima urgência a transferência dos policiais e ex-policiais ao Presídio Militar.Os ofícios foram encaminhados ao juiz da Vara de Execução Penal, Francisco Gerardo de Souza, ao governador José Orcírio dos Santos, ao secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Braga. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Usina sucroenergética é multada em R$ 2,550 mi por incêndio em matas
BRASIL
Deputados aprovam texto-base de projeto sobre regularização fundiária
Avião apreendido com cocaína é de piloto do MS preso por tráfico
EDUCAÇÃO
UFGD oferece vagas em disciplinas isoladas em mestrado e doutorado
Mulher é multada em R$ 5 mil por construção de um rancho pesqueiro
MEIO AMBIENTE
Mulher é multada em R$ 5 mil por construção de um rancho pesqueiro
FUTEBOL
Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Cruzeiro
NOVA ANDRADINA
Polícia apreende 310 quilos de maconha e 16,5 quilos de skunk na BR-376
REGIÃO
Agosto Lilás, lança campanha de enfrentamento à violência doméstica
Arara-canindé morre eletrocutada após bater em fiação de energia
COMISSÃO
Deputados convocam Braga Netto a explicar suposta ameaça às eleições

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Após ideia da filha, empresária cria 'varal comunitário' para ajudar quem tem frio
MORTE A ESCLARECER 
Encontrado inconsciente em praça, idoso morre no HV após passar uma semana internado
DOURADOS 
Usuário de drogas procura delegacia após ser assaltado em boca de fumo