Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Polícia qualifica de "muito brutal" assassinato de seis pessoas

06 agosto 2004 - 23h00

As seis pessoas encontradas mortas hoje, sexta-feira, em uma casa da Flórida foram assassinadas brutalmente e as vítimas provavelmente conheciam os que perpetraram o fato, informaram hoje as autoridades. "E um crime muito brutal. Há muito sangue espalhado", disse em entrevista coletiva o xerife do condado de Volusia, Ben Johnson. Os cadáveres de duas mulheres e quatro homens, entre 18 e 35 anos, assim como o corpo de um cachorro, foram encontrados na madrugada de hoje em quartos diferentes em uma casa de Deltona, ao norte de Orlando, no centro da Flórida. "Nao posso acreditar que foi um ato ao acaso para algum fim. Acho que essas pessoas sabiam quem eram seus assaltantes", disse o xerife e acrescentou que é possível que mais de uma pessoa esteja envolvida no fato. A macabra descoberta aconteceu na madrugada quando um companheiro de trabalho de um dos ocupantes do imóvel foi ao local para averiguar por que seu companheiro se atrasava. As autoridades disseram que os cadáveres estao esquartejados e irreconhecíveis por isso os investigadores usarao as impressoes digitais e os registros dentais para identificar ás vítimas. Ainda nao houve detencoes relacionadas com o caso. Gary Davidson, porta-voz do escritório do xerife do condado de Volusia, por sua vez, informou que as vítimas aparentemente nao tinham ligacoes familiares entre si. O porta-voz também descartou a possibilidade que se tratasse de um acidente, uma imolacao em massa ou de um fato passional de homicídio-suicídio. Nos arredores da residencia, estava Steve Nathan que disse que sua filha, Michelle Ann Nathan, de 19 anos, era uma das vítimas. O homem comentou que sua filha se mudou para essa casa há tres meses e que seu namorado o fez no mes passado. Acrescentou que Michelle Ann e outras pessoas que residiam com ela trabalhavam em um Burger King, situado perto da casa. Essa cadeia de comida rápida emitiu hoje um comunicado no qual manifestou que "as vítimas da tragédia sao empregados" da franquia de Deltona e que pessoal da companhia estava colaborando com a investigacao policial. Na cena do crime havia mais de cinqüenta policiais e duas ruas foram isoladas. Havia muitas pessoas nos arredores esperando que as autoridades divulguem as identidades das vítimas para determinar se entre elas há familiares seus.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
REGIÃO
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
ECONOMIA
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
BRASIL
Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
COPA DO BRASIL
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
PANDEMIA
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste
BRASIL
Terremoto de 4.3 na Escala Richter é registrado no Pará
DOCUMENTAÇÃO
Primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS
MEIO AMBIENTE
Seriema é resgatada com a perna quebrada e levada para tratamento

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor