Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Polícia prende suspeito de matar lutador durante assalto no Rio

28 dezembro 2009 - 17h16

Policiais civis prenderam nesta segunda-feira um dos suspeitos de envolvimento na morte do professor de jiu-jítsu Marcos Adriano Albuquerque, 39, abordado por assaltantes no último dia 24 na zona oeste no Rio.
Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi preso em operação conjunta entre policiais da 36ª (Santa Cruz) e policiais militares do 27º Batalhão. O nome do preso ainda não confirmado.
A Polícia Civil afirma que, embora o preso negue participação no crime, pertences da vítima foram encontrados com ele, como um relógio Rolex. O suspeito foi localizado na favela do Sapo, em Santa Cruz, onde o carro do lutador foi abandonado.
Crime
Albuquerque, que era instrutor de atores e celebridades americanas --como o boxeador Mike Tyson--, e o americano Brent Garret Massnan, 36, estavam em uma caminhonete Land Rover a caminho de Paraty, no litoral sul do Estado, quando foram baleados por assaltantes, na tarde de quinta-feira (24).
O crime aconteceu quando o lutador --conhecido como Marcos Jara-- e o amigo, depois de terem saído da Barra da Tijuca (zona oeste), pararam na estrada de Pedra de Guaratiba, em Santa Cruz, a 70 km da região central.
Os dois, moradores de Los Angeles, iriam pedir informações sobre qual caminho deveriam seguir para pegar a rodovia Rio-Santos, e acabaram sendo abordados por dois assaltantes, segundo relato de testemunhas à polícia.
Os ladrões deixaram um Fiat Siena --que haviam roubado antes-- e cercaram a Land Rover. Brent, que estava no carona, foi baleado na barriga e permanece internado.
Marco Jara, que estava dirigindo, morreu com tiros na cabeça, no peito e no ombro. Três horas após o assalto, seu corpo foi encontrado dentro da Land Rover a 25 km do local do crime. Ele foi localizado pelo rastreamento via satélite do carro, em Senador Camará.
Marco Jara vivia havia 18 anos em Los Angeles. Inicialmente, trabalhou como dançarino de lambada e, em seguida, passou a ensinar jiu-jítsu, inclusive para atores e celebridades de Hollywood. Em 2003, Jara treinou Mike Tyson para um combate de vale-tudo, quando o ex-campeão mundial de boxe desafiou Bob Sapp, lutador de K-1 --mistura de kung-fu, caratê e kickboxing.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Jovem de 20 anos é preso em MS tentando levar maconha até Curitiba
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta nesta quinta-feira
SETE QUEDAS
Polícia apreende quase 400 kg de maconha sendo trasportada em carro
PRF
Caminhonete roubada após sequestro teria Dourados como destino
BRASIL
Captação da poupança bate recorde em maio
LEGISLATIVO
Sancionada lei que define 12 de novembro como o Dia do Pantanal
ARTIGO
Amor e harmonia na pandemia, o desafio!
PANDEMIA
Onze dias após 'bater' mil casos de coronavírus, MS deve dobrar número
CONTRABANDO
Veículo abarrotado de cigarros é apreendido em barreira policial
OPERAÇÃO TNT
Investigação teve início após PRF desconfiar de valores superfaturados de máscaras

Mais Lidas

EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Casal é preso após entreposto da droga ser fechado em Dourados