Menu
Busca quinta, 15 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Polícia prende 2 suspeitos da morte de arqueólogo norte-americano

03 setembro 2005 - 15h52

Foram presos na manhã desta sábado dois suspeitos de terem planejado o assalto a um restaurante que resultou na morte do arqueólogo norte-americano James Brant Petersen, ocorrido no mês passado, em um povoado no município de Iranduba (20 km de Manaus, Amazonas).O ex-policial militar Ronaldo de Oliveira dos Santos, 45, e o filho dele, Rodolfo Romerito dos Santos, 19, foram presos pela Polícia Militar em uma fazenda no município de Autazes (98 km de Manaus). Eles foram envolvidos no assassinado durante os depoimentos dados pelos três acusados de terem praticado o assalto, um deles com 16 anos.O trio foi preso poucas horas depois do crime. Eles disseram que Santos emprestou as armas e uma moto usadas na ação. Segundo informações da polícia, eles assumiram a autoria do assalto e do disparo contra Petersen.A morte do arqueólogo ocorreu no dia 13 do mês passado durante um assalto ao restaurante Três Irmãos, no km 22 da rodovia Manoel Urbano, em Iranduba, onde ele estava com outros dois pesquisadores brasileiros.O arqueólogo, que não falava português, teria ficado agitado durante a ação do grupo. Ele foi atingido com um tiro no peito e chegou a ser socorrido, levado para um hospital em Manaus, mas não resistiu e morreu.Segundo o delegado-geral-adjunto da Polícia Civil do Estado, Lázaro Ramos, os dois suspeitos detidos não resistiram à prisão. Eles seriam transferidos mesmo para a delegacia de Iranduba, que investiga o caso."Não temos dúvidas sobre a participação deles no crime. Eles foram os mentores [do assalto], emprestaram as armas e deram informações e sugestões para fazerem o assalto", disse ontem o delegado-geral-adjunto.Os dois suspeitos presos já haviam sido detidos horas depois da morte do arqueólogo em um sítio próximo ao local do crime, mas, segundo a PM, como não haviam sido reconhecidos por testemunhas do assalto, foram liberados e desapareceram em seguida.As polícias Civil e Militar do Amazonas haviam montado uma operação conjunta para tentar prendê-los usando, inclusive, um helicóptero para buscas em áreas de florestas. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Mulher cai de moto pilotada pelo filho e morre no hospital
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
LEGISLATIVO DE MS
Cinco projetos estão previstos para a sessão ordinária desta quinta-feira
Aprenda mais do Guarani na 5ª lição que traz os números, dias da semana e outros conteúdos
EDUCAÇÃO
Aprenda mais do Guarani na 5ª lição que traz os números, dias da semana e outros conteúdos
Homem que atirou na cabeça da ex vai a júri popular por tentativa de feminicídio
DOURADOS
Homem que atirou na cabeça da ex vai a júri popular por tentativa de feminicídio
CLIMA
Dourados se aproxima de um mês sem chuvas expressivas
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
PONTA PORÃ
Brasileiro morre no hospital após sofrer atentado na fronteira
Ladrão esquece alvará de soltura durante assalto e é preso em telhado
REGIÃO
Projeto de Neno Razuk denomina sede do DOF como "Coronel Adib Massad"

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Soldado da Polícia Militar é encontrado morto no interior de residência
CASA PRÓPRIA
Prefeitura abre recadastramento habitacional em Dourados
DOURADOS
Homem encontrado morto pode ter envolvimento em esquema de agiotagem internacional
DOURADOS
Polícia prende suspeito de tentar matar homem a tiros no Parque do Lago II