Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Polícia investiga caso de mulher com agulhas no corpo no Maranhão

08 janeiro 2010 - 13h18

A Polícia do Maranhão retomou uma investigação que envolve uma lavradora de 23 anos que vive com cinco agulhas pelo corpo. Em depoimento, ela teria dito que as agulhas foram descobertas depois de uma cesariana, há dois anos, em um hospital de São Vicente Ferrer.


À polícia, a lavradora teria afirmado que não sabe como os objetos metálicos foram parar em seu corpo. Alguns deles já foram retirados.

De acordo com o médico que atendeu a lavradora, as agulhas são semelhantes às usadas em injeções e não são as usadas em cirurgias.


Na mesma cidade, a polícia investiga o caso de um menino que tem cinco agulhas pelo corpo. Os objetos foram descobertos em agosto do ano passado, depois que a criança caiu da rede e passou por exames.


Os policiais afirmam que os dois casos têm relação com magia negra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Central de Atendimento à mulher registrou 1,3 milhão de chamadas em 2019
TRÁFICO DE DROGAS
Após tentativa de fuga, motorista é detido com 1,1 toneladas de maconha
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
CAMPO GRANDE
Funcionários da sede do Detran/MS passarão por testes rápidos do coronavírus
ECONOMIA
Governo atualiza programação orçamentária
ESPORTE
Em novo conceito, corrida de rua inicia nesta segunda-feira em MS
PANDEMIA
Mais dois municípios de MS entram na rota do coronavírus
CAMPO GRANDE
UFMS abre inscrições para curso de Especialização em Segurança Pública
CIÊNCIA
Equipe da Fiocruz MG trabalha em vacina brasileira para covid-19
PESQUISA
Datafolha: 72% discordam da frase de Bolsonaro sobre dar armas para população

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos