Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
CAMPO GRANDE

Polícia impede execução de casal que era mantido em cárcere privado

22 outubro 2017 - 14h37Por Da Redação

Policiais militares impediram na noite deste sábado, dia 21 de outubro, a execução de um casal que era mantido em cárcere privado por quatro pessoas, em uma residência localizada na rua Marília, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Genaro Antônio Gimenes Morales Junior, 24 anos, Luan da Silva Cruz, 24 anos, William Gada da Silva, 24 anos e Gabriel Freitas Barros, 29 anos, foram presos em flagrante.

Conforme o registro policial, após receber denuncia do sequestro militares encontraram William em frente a casa, ao lado de uma caminhonete Toyota Hillux.

Enquanto era questionado sobre o porquê estava ali, os policiais perceberam uma movimentação suspeita e mandaram que todos saíssem da casa.

Momento em que se apresentou um casal, sendo um homem tem 25 e a mulher tem 38 anos. Os dois disseram que estava há cerca de 50 minutos em poder dos suspeitos.

O rapaz de 25 anos confessou que era motorista e que há dois meses tinha transportado drogas com um caminhão a mando de Genaro. O trajeto foi de Ponta Porã a Belo Horizonte, em Minas Gerais e pelo serviço recebeu R$ 20 mil.

A quantia foi paga e o motorista foi novamente contratado para fazer o serviço. Mas, dessa vez recebeu R$ 16 mil. Como tinha perdido o contato de Genaro, o motorista resolveu então vender o “cavalinho” do caminhão a Gabriel por R$ 4 mil, para não sair no “prejuízo” pelo segundo transporte de drogas.

No entanto, Genaro acabou descobrindo que o “cavalinho” do caminhão dele tinha sido vendido e estava em um posto de combustíveis localizado na avenida Eduardo Elias Zahran. Lá, ao tentar reaver a peça do veículo conheceu Gabriel, que foi informado sobre a propriedade do “cavalinho”.

Os dois acompanhados de William e Luan foram até a casa do motorista onde o fizeram refém junto com a esposa. A vítima conta que Genaro chegou a fazer uma vídeo conferência e que esta outra pessoa teria dado a “sentença” de morte para ele.

Entretanto, o casal foi salvo pela chegada dos militares, que ainda conseguiram capturar Gabriel, que tentou fugir pulando muros da vizinhança.

Questionados, o bando negou sobre qualquer envolvimento com caminhão e drogas e que estavam na cidade apenas para visitar um amigo. Os policiais foram até o posto onde estava o “cavalinho”, mas notaram que ele havia sido rebocado.

Sobre o caminhão, o motorista disse que o tinha escondido em um terreno baldio do bairro Panorama.

Todos foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro de Campo Grande onde a ocorrência foi registrada como sequestro seguido de cárcere privado.

Com informações do site Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARAGUAI
Ministra fecha presídio onde filha de servidor tentou entrar com dinamite
CONFRONTO DE VERSÕES
PGR diz que Flávio Bolsonaro não cometeu crime ao faltar à acareação
IVINHEMA
Homem procura delegacia após ser ameaçado pela esposa, 'vou te matar'
UEMS
Simpósio de Ensino em Saúde debate enfrentamentos e resiliência na área
TJ/MS
Queda de produtos da prateleira gera indenização de R$ 8 mil a mãe e filha
CORONAVÍRUS
Senador Arolde de Oliveira morre no Rio aos 83 anos vítima de Covid
CRIME AMBIENTAL
Trio é autuado em R$ 2,7 mil por pesca ilegal com petrechos proibidos
CORONAVÍRUS
Voluntário do teste da vacina de Oxford que morreu tomou placebo
REGIÃO
Homem é autuado por maus-tratos a cachorros
RELIGIÃO
Papa Francisco defende união civil entre gays: 'São filhos de Deus'

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
DOURADOS
Motorista bêbado causa acidente em semáforo da Avenida Marcelino Pires
CONTRABANDO
Depósito de cigarros paraguaios é desarticulado após denúncia em Dourados