Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Polícia é chamada para abrir eleições no Sinsemd

26 fevereiro 2010 - 08h44

Está começando neste momento as eleições para a escolha da nova diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Dourados (Sinsemd). O atraso justifica-se pelo fato de que o candidato que teve o registro da chapa indeferida, Nilson Araújo, decidiu interditar o sindicato para não permitir a entrada dos associados com direito a voto.
A Polícia Militar foi acionada e alguns advogados, inclusive da Procuradoria Geral do Município, se manifestaram, inclusive informando ao candidato indeferido que o processo eleitoral deve seguir os trâmites normais e que a legislação permite recurso após o pleito. O presidente da Comissão Eleitoral, Arlindo Escobar, disse que a eleição começa agora e que os filiados podem se dirigir ao Sinsemd até às 17 horas para votar.
Apenas uma chapa concorre para a entidade. É encabeçada pelo servidor e ex-presidente do Sindicato, Romaci Venâncio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h
MATO GROSSO DO SUL
Jogos da Melhor Idade, Paralimpíadas Escolares e coletivas dos Jogos Escolares são canceladas
LUTO
Ex-técnico da seleção feminina, Vadão morre vítima de câncer
CONTRABANDO
Carga com 35 Xiaomi's é apreendida na região Norte de MS
PANDEMIA
Incidência de casos de coronavírus em Dourados é quase o triplo da Capital
20H ÀS 5H
Novo toque de recolher só modifica horário e exceções são mantidas
DOURADOS
Sanesul executa desativação da antiga rede de água
SAÚDE
OMS interrompe ensaio clínico com cloroquina em pacientes com covid-19
CAMPO GRANDE
Homem cai de altura de 3 metros após sofrer descarga elétrica
ECONOMIA
Inadimplência cresce 26,3% em instituições privadas de ensino superior

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista