Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99659-5905
PARAGUAI

Polícia destrói 26 hectares de maconha avaliados em R$ 11,4 milhões

10 janeiro 2020 - 18h20Por Da Redação

Uma ação conjunta entre a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), Ministério Público e Força-Tarefa, resultou na destruição de plantações de maconha na região de Yby Yaú, no Paraguai, a cerca de 108 quilômetros do município sul-mato-grossense de Ponta Porã. Ao todo, foram destruídos 26 hectares com capacidade de produção de 78 toneladas da droga, avaliadas em R$ 11,4 milhões.

As plantações foram descobertas por meio de sobrevoos com helicópteros da Força Aérea paraguaia. Os cultivos ficavam em meio a matas fechadas, a fim de dificultar a localização. Ao todo foram eliminados dez acampamentos usados como base de operação logística do tráfico. Também foram destruídas sementes e ferramentas do processo de produção da droga. No entanto, não há relato de prisões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Fraudes acontecem no Brasil mesmo sem situação de emergência, diz CGU
CÂMARA DE DOURADOS
Diretor do PreviD debate projetos sobre contribuição previdenciária em sessão
MATO GROSSO DO SUL
Agepen institui comitê para medidas de enfrentamento à Covid-19
LEGISLATIVO
Aprovada em 2ª, LDO segue agora para a sanção
CORONAVÍRUS
MS tem quase 6 mil exames sem encerramento em plataforma
MINISTÉRIO DO TRABALHO
Dourados volta a ter saldo positivo na geração de empregos após início da pandemia
DOURADOS
Conselho de Educação Física anuncia ação judicial contra decreto que fecha academias
MATO GROSSO DO SUL
Reinaldo Azambuja cobra no Ministério da Agricultura liberação de R$ 70 milhões em emendas
BRASIL
CBF define duas janelas internacionais de transferências até novembro
PROCON
Pesquisa releva diferença de 8,27% no preço da gasolina em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem