Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(67) 99257-3397

Polícia descobre que mulher mentiu nome ao ser presa

13 agosto 2009 - 07h37

A Polícia Civil de Dourados descobriu na tarde de ontem, que uma  mulher que foi presa na última terça-feira por assalto, mentiu o nome. O fato ocorreu ontem quando a irmã da detenta Beatriz Alves Espíndola chegou a delegacia para entregar alguns pertences à Jaqueline Alves Espíndola.

Policiais negaram a existência de uma mulher com este nome, quando perceberam que Daniela Alves de Lima de 18 anos, que foi presa após roubar uma bicicleta, mentiu o nome. Policiais descobriram ainda, que Jaqueline mentiu o nome porque ela cumpria uma pena de tráfico de drogas em Rio Verde e estava em liberdade condicional.

Ela foi presa no último dia 11 na Rua Barão do Rio Branco na Cohab II. Jaqueline roubou a bicicleta de Meuri Auxiliadora de 28 anos, residente no Cachoeirinha. Jaqueline continua presa no 1º Distrito Policial de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em Israel, Ernesto Araújo defende parceria tecnológica contra a covid
PARCERIA
Em Israel, Ernesto Araújo defende parceria tecnológica contra a covid
Contratação de mulheres em cargos de liderança cresceu 20% em 2020, mostra Page Executive
LEVANTAMENTO
Contratação de mulheres em cargos de liderança cresceu 20% em 2020, mostra Page Executive
PONTA PORÃ
Homem fica nervoso ao ver policiais e é preso com mandado de prisão em aberto
Abel Ferreira pede tranquilidade ao Palmeiras na Final da Copa do Brasil
ESPORTES
Abel Ferreira pede tranquilidade ao Palmeiras na Final da Copa do Brasil
Embriagada, mulher bate carro em poste e vai parar na delegacia
REGIÃO
Embriagada, mulher bate carro em poste e vai parar na delegacia
SE ACIDENTOU NO TRAJETO
Após cometer crime no Brasil, bandido foge para o Paraguai, mas acaba preso
AMAMBAI
PMA autua dois pescadores por pesca ilegal e apreende petrechos de pesca
BRASIL
TRF3 concede aposentadoria por invalidez a trabalhador rural portador de lombalgia
MS
Pescadores são autuados por pescar em cachoeira
STJ
Ministro nega pedido do Coaf para suspender investigação sobre conduta de servidores

Mais Lidas

EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
SIDROLÂNDIA
Empresário morre em acidente que deixou outros três feridos
FRONTEIRA
Corpo de bebê é encontrado em matagal e enrolado em cobertor