Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Polícia começa a desmontar quadrilha em Mundo Novo

14 janeiro 2004 - 14h37

A Policia Civil de Mundo Novo está intensificando as investigações de uma quadrilha que vem agindo na região do Cone Sul. Segundo os investigadores após a prisão no último fim de semana de dois homens numa tentativa de assalto simultâneo as residências de um produtor rural e de um jornalista (havia um terceiro homem, que conseguiu fugir do cerco policial), está sendo possível fazer a ligação entre os acusados e outros vários roubos que aconteceram no município e também na região. Edílson Souza, 23 anos, e Damião Miranda, 33 anos, ambos residentes na cidade paraguaia de Saldo Del Guairá foram presos e disseram fazer parte de uma quadrilha composta por 8 elementos que levaram pânico a área urbana e rural em Mundo Novo e Japorã. Segundo as Policias Civil e Militar, Edílson e Damião teriam participado de dois assaltos com reféns, em fazendas, que ocorreram em outubro, em Mundo Novo elementos encapuzados, mantiveram 45 reféns retirados de 10 casas da fazenda Guaíba e foram mantidos em cárcere dentro de uma delas, antes de levarem máquinas e defensivos agrícolas, além de um carro de passeio. Em Japorã oito elementos encapuzados mantiveram 11 reféns na fazenda Dois Irmãos, para poder levar três tratores e uma caminhonete.A Polícia Civil vem mantendo uma investigação em segredo, e agora com novas informações de como agem a quadrilha para poder desmantelar o grupo que aterrissou diversas vitimas. Agentes da PC já levantaram que Damião, que é fugitivo da Cadeia Pública de Eldorado, e Edílson participaram ainda de outros roubos que aconteceram recentemente em Mundo Novo. Em um dos assaltos os dois que estavam acompanhados de outros elementos que a polícia já possui pistas, levaram R$ 4 mil de um comerciante e manteve toda a sua família dentro da casa onde foram  submetidos a constrangimentos como ficarem semi-nus enquanto os bandidos faziam ameaças. Até mesmo um senhor aposentado teve sua residência invadida pelos marginais e teve que ficar de joelhos com uma arma apontada para cabeça com o elemento sussurrando em seu ouvido que ele iria morrer. Da casa foram levados dinheiro e vários objetos de valor. No caso do assalto a Fazenda Guaíba, em outubro do ano passado, as famílias que vivem em grupo abandonaram suas propriedades e vieram para a cidade em busca de proteção tendo inclusive várias famílias deixado o Estado com medo do que havia acontecido. A Polícia também busca localizar um terceiro elemento que participou do assalto no fim de semana. O bandido está ferido já que levou um tiro disparado acidentalmente pela própria arma em uma das pernas. Fontes informaram que ele está sob proteção no Paraguai. Os investigadores também estão buscando a cooperação da policia paraguaia e já receberam a informação de que possivelmente dois membros da quadrilha estejam presos no Paraguai.                             

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
CAMPO GRANDE
Imasul mantém fechado Parque das Nações e Unidades de Conservação Estaduais
PANDEMIA
Apenas Acre e Tocantins não registram mortes por Covid-19 no Brasil
NOVA ANDRADINA
Três homens são presos transportando drogas do MS para Belo Horizonte
PANDEMIA
Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de covid-19
NAVIRAÍ
Líderes religiosos se reúnem para pedir fé a população durante a pandemia
CAMPO GRANDE
PM realiza ações de prevenção ao COVID-19 com limpeza e desinfecção de pelotões
ECONOMIA
Programa para financiar salários de pequenas e médias empresas é criado e aguarda regulamentação
ÁGUA CLARA
Dois jovens são presos por infringir o toque de recolher em MS
CORUMBÁ
Operação de repatriação dos brasileiros vindos da Bolívia tem reforço de helicóptero em MS

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações
ISOLAMENTO
Em 24 horas, apenas uma cidade de MS aparece vermelha no monitoramento do Governo
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira