Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Polícia começa a desmontar quadrilha em Mundo Novo

14 janeiro 2004 - 14h37

A Policia Civil de Mundo Novo está intensificando as investigações de uma quadrilha que vem agindo na região do Cone Sul. Segundo os investigadores após a prisão no último fim de semana de dois homens numa tentativa de assalto simultâneo as residências de um produtor rural e de um jornalista (havia um terceiro homem, que conseguiu fugir do cerco policial), está sendo possível fazer a ligação entre os acusados e outros vários roubos que aconteceram no município e também na região. Edílson Souza, 23 anos, e Damião Miranda, 33 anos, ambos residentes na cidade paraguaia de Saldo Del Guairá foram presos e disseram fazer parte de uma quadrilha composta por 8 elementos que levaram pânico a área urbana e rural em Mundo Novo e Japorã. Segundo as Policias Civil e Militar, Edílson e Damião teriam participado de dois assaltos com reféns, em fazendas, que ocorreram em outubro, em Mundo Novo elementos encapuzados, mantiveram 45 reféns retirados de 10 casas da fazenda Guaíba e foram mantidos em cárcere dentro de uma delas, antes de levarem máquinas e defensivos agrícolas, além de um carro de passeio. Em Japorã oito elementos encapuzados mantiveram 11 reféns na fazenda Dois Irmãos, para poder levar três tratores e uma caminhonete.A Polícia Civil vem mantendo uma investigação em segredo, e agora com novas informações de como agem a quadrilha para poder desmantelar o grupo que aterrissou diversas vitimas. Agentes da PC já levantaram que Damião, que é fugitivo da Cadeia Pública de Eldorado, e Edílson participaram ainda de outros roubos que aconteceram recentemente em Mundo Novo. Em um dos assaltos os dois que estavam acompanhados de outros elementos que a polícia já possui pistas, levaram R$ 4 mil de um comerciante e manteve toda a sua família dentro da casa onde foram  submetidos a constrangimentos como ficarem semi-nus enquanto os bandidos faziam ameaças. Até mesmo um senhor aposentado teve sua residência invadida pelos marginais e teve que ficar de joelhos com uma arma apontada para cabeça com o elemento sussurrando em seu ouvido que ele iria morrer. Da casa foram levados dinheiro e vários objetos de valor. No caso do assalto a Fazenda Guaíba, em outubro do ano passado, as famílias que vivem em grupo abandonaram suas propriedades e vieram para a cidade em busca de proteção tendo inclusive várias famílias deixado o Estado com medo do que havia acontecido. A Polícia também busca localizar um terceiro elemento que participou do assalto no fim de semana. O bandido está ferido já que levou um tiro disparado acidentalmente pela própria arma em uma das pernas. Fontes informaram que ele está sob proteção no Paraguai. Os investigadores também estão buscando a cooperação da policia paraguaia e já receberam a informação de que possivelmente dois membros da quadrilha estejam presos no Paraguai.                             

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Colisão entre carreta e pick-up mata motorista de 32 anos na BR-262
POLÍTICA
Congresso derruba veto de Bolsonaro e aumenta pena de crimes na internet
Rapaz diz que matou ex-padrasto após ser humilhado na frente da mãe
ROTEIRO PRÉVIO
CPI prevê quebras de sigilo, acareações e audiências auxiliares de Bolsonaro
MEIO AMBIENTE
Proprietário rural é multado em R$ 2 mil por desmatamento ilegal 
JUSTIÇA
Saiba onde ir em busca de um acordo como solução de seu conflito
JARDIM
Traficante abandona caminhonete com 1,7 tonelada de maconha
REGIÃO
Saúde de MS promete mais agilidade na entrega de resultados de exames
RIO VERDE
Preso homem que matou namorado da ex e atropelou bebê de 2 anos
DOURADOS
Prefeitura entrega remessa com 5 mil folhas de documentos da CPI Covid

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto