Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Polícia afirma ter apreendido míssil do PCC

13 julho 2005 - 14h52

A Polícia Civil afirma ter apreendido um míssil em poder de um integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital), na semana passada, no Itaim Paulista (zona leste de São Paulo). A arma seria utilizada no resgate de líderes do grupo, como Wanderson Paula de Lima, o Andinho, e do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar -presos na penitenciária de segurança máxima de Presidente Bernardes (a 589 km da capital).De acordo com o delegado da 2ª seccional, Aldo Galiano Junior, Roberto Ramos foi preso na quarta-feira passada sob suspeita de participação em arrastões a condomínios de alto luxo. Durante a revista de sua casa, o suposto míssil, com quase dois metros de comprimento, foi encontrado sobre a laje. Ramos afirmou à polícia que o artefato seria utilizado no resgate de membros do PCC."[O míssil] poderia derrubar a muralha do presídio. Estava completo para ser lançado. Tinha base de lançamento, bússola. Eles só não o haviam utilizado ainda porque não tinham quem operasse o equipamento, de alta complexidade. Ele [Ramos] disse que estava aguardando instruções de dentro da cadeia sobre quem iria operar o míssil", afirmou Galiano.Para o Exército e o Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) -que faz a perícia do artefato-, no entanto, não é possível garantir que se trata, de fato, de um míssil. Segundo a assessoria de imprensa do Exército, seria necessário que uma equipe fizesse uma perícia no equipamento para saber se ele pertencia à instituição.Já o capitão José Luiz de Souza, do Gate, afirma que só com o resultado de um raio-X feito no suposto armamento se poderá saber se o equipamento tem poder de destruição e qual a sua capacidade. "Não há nada que possa caracterizar a origem do equipamento", disse Souza. Segundo ele, os primeiros resultados da perícia devem sair ainda nesta semana.Outra hipótese levantada pelo Gate é que seja uma peça que compõe uma bala de canhão.ArrastõesAo ser detido em sua casa, Ramos levava no bolso o estatuto do PCC e os nomes de seus padrinhos no grupo, para ter proteção justamente no caso de ser preso. "Fomos prendê-lo porque tínhamos a informação de que ele articulava roubos de condomínio", disse o delegado da seccional.Também conhecido como Beto Bomba, Ramos já foi condenado a 25 anos de prisão e tem registro de roubo de cargas, bancos e de participação em seqüestros organizados pela quadrilha de Andinho. Por isso a polícia afirma que o seqüestrador seria um dos alvos da tentativa de resgate.Ramos esteve preso até dezembro do ano passado, quando recebeu o indulto de Natal e aproveitou para fugir. Ele disse à polícia que comprou o suposto míssil no "mercado negro" de armas, por R$ 40 mil. Segundo o delegado, o dinheiro foi passado a ele pelo PCC. Ele ficou com o equipamento por cerca de cinco dias.No mês passado, a Polícia Federal descobriu um plano de resgate de Fernandinho Beira-Mar, do seqüestrador chileno Maurício Hernandez Norambuena e de Marco Willians Herbas Camacho, um dos líderes do PCC. O plano previa o uso de lançadores de bomba.Para Galiano, a ligação entre a apreensão do suposto míssil e o plano de resgate é "evidente". Segundo ele, a tentativa de resgate aconteceria em cerca de dez dias. "Ninguém iria guardar um armamento desse por muito tempo."

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
PARAGUAI
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
ESTADOS UNIDOS
Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd
Casal é preso enquanto aplicava golpe em seguradora da fronteira
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
POLÍTICA
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
DOURADOS
Motociclista morre no HV 18 dias após sofrer acidente no centro
UFGD
Prazo para inscrever projetos de Iniciação Científica termina na próxima semana
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados captura família de gambá no Jardim Água Boa
CÂMARA
Deputados aprovam urgência de projeto para privatizar os Correios
Transportando 26 cavalos ilegalmente, idoso é preso com dólares e reais
REGIÃO
Presidente da Assomasul destaca emenda que cria o ICMS Educacional 

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados