Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
(67) 9860-3221

PMA apreende caminhão de madeira e aplica multa de R$ 11,4 mil

10 fevereiro 2013 - 17h12

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande), que trabalham na região de Selvíria na operação Carnaval abordaram ontem no final da tarde, uma carreta com placas da cidade de Alta Floresta D'Oeste, em Rondônia com carga de madeira serrada transportada ilegalmente. A madeira era transportada com 10 m³ de excesso, do que constava na autorização ambiental (Documento de Origem Florestal-DOF).

Além do veículo Scania com reboque, foram apreendidos 38,4 m³ de madeira. A empresa proprietária da madeira, com sede em Rondônia foi autuada administrativamente pelos policiais militares ambientais e multada R$ 11.400,00.

Por tratar-se de crime ambiental, a madeira foi apreendida e encaminhada pela Polícia Militar Ambiental à delegacia de polícia civil de Selvíria. Se condenados, os responsáveis pela empresa poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.


Deixe seu Comentário

Leia Também

ACORDOS
MPT/MS repassa R$ 75 mil em recursos trabalhistas para a Covid-19
RESTRIÇÃO
Brasil proíbe entrada de estrangeiros no País em voos internacionais
CAPITAL
“Ninguém entra”: presos barram entrada de agentes em cela de presídio
HU
Ebserh contratará 6 mil profissionais para o enfrentamento ao Covid-19
POLÍCIA
Caminhonete conregistro de roubo é recuperada pela PRF em Naviraí
SAÚDE
Hospital Regional de Ponta Porã instala estrutura para pacientes com dengue
NOVA ANDRADINA
Trabalhador é resgatado após cair em fossa em construção de 9 metros
BALANÇO
MPT recebe 2.400 denúncias de violações trabalhistas relacionadas à Covid-19
"Urbi et Orbi"
Em ato inédito, Papa Francisco reza sozinho e concede perdão coletivo
UEMS
Abertas inscrições para seleção de professores formadores e tutores

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
PANDEMIA
Bebê de três meses é novo caso confirmado de coronavírus em MS
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato
BATAYPORÃ
Paciente com suspeita de coronavírus é internada em estado grave em Dourados