Menu
Busca quinta, 02 de dezembro de 2021
Dourados
33°max
20°min
Campo Grande
30°max
22°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
FRONTEIRA

Paraguai e Brasil encerram operação eliminando 416 toneladas de maconha

25 novembro 2021 - 21h05Por Da Redação

Terminou nesta quarta-feira, dia 24 de novembro, com saldo de 416 toneladas de maconha destruídas, a 28ª fase da Operação Nova Aliança, desencadeada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) para eliminar roças da droga na linha internacional do Paraguai com Mato Grosso do Sul.

Com apoio de dois helicópteros da Polícia Federal brasileira, a ação durou dez dias em vários pontos do departamento (equivalente a estado) de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero, cidade separada por uma rua de Ponta Porã.

Segundo balanço divulgado hoje pela Senad, as incursões aéreas e terrestres por matas fechadas em Amambay levaram à destruição de 131 hectares de roças de maconha. Cada hectare produz, em média, três toneladas da droga.

A operação se concentrou nas colônias Alpasa, Estrella, María Auxiliadora, Tatú e Santa Ana, onde ficam a maior parte das roças de maconha na região. Nesses locais, foram destruídos 94 acampamentos montados para processamento da droga. Também foram eliminadas 23 toneladas de maconha já pronta.

A Senad estimou em 12,5 milhões de dólares o prejuízo aos traficantes, mas como ocorre em todas as operações semelhantes, ninguém foi preso.

Com mais essa etapa da operação, a parceria entre Senad e PF brasileira bateu recorde de lavouras de maconha destruídas ao longo de 2021 – 2.100 hectares que produziriam pelo menos 6.300 milhões de quilos da droga pronta para o consumo.

Aniversário

Hoje, Senad e Polícia Federal do Brasil comemoram sete anos de trabalho conjunto contra o crime organizado radicado na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul. O primeiro acordo de cooperação foi assinado em 2014.

Além da destruição de roças de maconha, a parceria permitiu ao longo dos anos o desmantelamento de estruturas do tráfico de drogas e de armas, desarticulação de complexos esquemas de lavagem de dinheiro e prisões de chefões do tráfico.

A ministra-chefe da Senad, Zully Rolón, se reúne nesta quinta-feira em Pedro Juan Caballero com o diretor de combate ao crime organizado da PF, o delegado Luís Flávio Zampronha de Oliveira.

Os dois participam da inauguração da Direção de Inteligência Estratégica, montada em uma casa confiscada de traficantes. A “Base Mbarete” vai ampliar a presença da Senad no trecho de fronteira mais violento do continente sul-americano. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Tribunal de Justiça abre leilão de veículos apreendidos em ações penais
CAPITAL
Ciclista está entubado e sedado após ser atropelado por caminhão
Trio paraguaio é preso no Altos do Alvorada com maconha e skunk
DOURADOS
Trio paraguaio é preso no Altos do Alvorada com maconha e skunk
ECONOMIA
Prefeitura de Dourados paga salários de servidores nesta quinta-feira
Produtores defendem Índice do Leite em reunião de Frente Parlamentar na Assembleia
LEGISLATIVO DE MS
Produtores defendem Índice do Leite em reunião de Frente Parlamentar na Assembleia
TRÁFICO
Polícia encontra quase meia tonelada de maconha e skunk em utilitário
LEGISLATIVO DE MS
Capitão Contar questiona pontuação diferenciada para grupos específicos em processo seletivo
ENTREPOSTO
Cocaína apreendida no Parque Alvorada é avaliada em R$ 1 milhão
ECONOMIA
Senado aprova Auxílio Brasil, programa social que substitui o Bolsa Família
SEXTA-FEIRA
Aplicação de 2ª e 3ª doses contra Covid continua no Dom Teodardo Leitz

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Caminhoneiro que morreu em acidente na Serra de Maracaju era douradense
PONTA PORÃ
Morre agente de saúde alvo de atentado a tiros na fronteira
DARK CARD
Operação que apura desvios de recursos públicos feitos por servidores mira oficina em Dourados
DOURADOS
Homem persegue trio que invadiu o comércio dele e consegue recuperar celulares