Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99659-5905
POLÍCIA

Para roubar caixa de cerveja e R$ 70, homem estrangula mulher na Capital

21 novembro 2019 - 13h05Por Da Redação

Idosa de 69 anos, proprietária de lanchonete na Vila Piratininga, foi agredida durante roubo, sendo esganada por um dos bandidos que a obrigaram a abrir o caixa. Os ladrões foram seguidos por testemunhas, que avisaram a polícia e um deles foi preso.

 

Conforme o Campo Grande News, a idosa relatou à reportagem que os dois rapazes chegaram à lanchonete por volta das 9h. Eles pediram cerveja e, depois de beberem dois litrões, pediram mais um e disseram que iriam pagar no cartão.

A comerciante disse que pagamento somente em dinheiro e eles disseram que iria pagar. Quando se levantaram, um deles a agarrou pelo pescoço e a jogou próximo ao caixa. “Na hora que ela apertou o pescoço, não conseguia nem gritar, saía nem voz”.

A idosa conseguiu se desvencilhar dele quando o rapaz teve que soltá-la para abrir o caixa. Ela conta que saiu correndo, várias pessoas passavam, mas ninguém parava. Somente mais a frente que dois vizinhos saíram. Os ladrões saíram calmamente do estabelecimento.

De acordo com o site, logo depois, chegou uma viatura da PM (Polícia Militar). O sargento L. Santos, do 10°BPM disse que a equipe havia passado em frente da lanchonete, mas não havia como perceber o assalto. Na quadra seguinte, os PMs foram avisados do roubo e voltaram.

Testemunhas indicaram a direção em que os ladrões andaram e a PM encontrou os dois homens. Quando perceberam a presença deles, fugiram em direção opostas.

Ao jornal da Capital, o sargento contou que um deles começou a correr, livrando-se das evidências pelo caminho. Ele foi preso e os militares encontraram o que ele havia tentando se livrar: R$ 70, faca e uma caixa de cerveja.

O rapaz foi identificado como sendo Johnny Fernando Pereira do Nascimento, 21 anos, e já tem passagem por homicídio, tráfico de drogas, furto e roubo. Ele foi reconhecido pela vítima como sendo a pessoa que a esganou.[

A idosa teve ferimento no braço. "Nem sei como eles me machucaram". Ela disse que trabalha naquele ponto há 30 anos e já foi assaltada três vezes. "Estou aposentada, mas não dá para parar, tenho que trabalhar".

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSEMBLEIA
Seis projetos estão pautados para a Ordem do Dia desta terça-feira
EDUCAÇÃO
Unip Ead Cada Vez Mais Próximo De Você!! Conheça Um Pouco Do Gestão De Turismo Da Unip Polo Dourados-Ms
DOURADOS
Menor ‘guarda’ droga em casa e mãe é presa com o suspeito de ser o dono da mercadoria
SAÚDE & BEM - ESTAR
Entendendo de Hipnoterapia clínica para Fobias!
PANDEMIA
Do melhor ao pior cenário, projeções indicam queda de até R$ 917 milhões na economia douradense
DOURADOS
Jovem é abordado por desconhecido que leva documentos pessoais, celular e bicicleta
PARANAÍBA
Motociclista morre dois dias após ser atropelado por motorista bêbado
DOURADOS
Tomate e batata mais baratos ajudam a manter preço da cesta básica estável
MS-162
Vítima de acidente morre de parada cardiorrespiratória um dia após ser atendido e liberado
INFORME PUBLICITÁRIO
Tijolo Ecológico: O protagonista do seu projeto

Mais Lidas

DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
DOURADOS
Adolescente pilota moto embriagado e tio morre após queda na Coronel Ponciano