sexta, 14 de junho de 2024
Dourados
17ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SORDIDUM E PRIME

PF aponta 26 presos com apreensões de submetralhadoras e veículos durante operações

17 maio 2024 - 08h24Por Da Redação

A Polícia Federal divulgou na noite desta quinta-feira (16), um balanço parcial relacionado as Operações Sordidum e Prime realizadas em Mato Grosso do Sul e em outros dez Estados. O Dourados News mostrou que as ações ocorriam na maior cidade do interior de MS e ainda em Bonito, Campo Grande e Caarapó.

O total de 26 pessoas foram presas e duas submetralhadoras, uma espingarda calibre12, um revólver, cinco pistolas, dinheiro em espécie, joias e relógios foram apreendidos, até a noite da quinta-feira (16). No balanço, a PF indica 20 veículos apreendidos, quantidade diferente a que havia sido divulgada anteriormente, de 28 veículos -relembre aqui-.

As operações ocorreram simultâneas em MS, Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraíba e São Paulo, visando organizações criminosas voltadas ao tráfico internacional de drogas e armas, evasão de divisas, falsificação de documentos públicos, tortura, dentre outros crimes. 

Segundo as investigações, em três anos quadrilhas foram responsáveis em transportar seis toneladas de cocaína a países da América Central. 

Como mostrado pela equipe de reportagem, em Dourados vários mandados de busca e apreensão foram cumpridos em diversos pontos da cidade, incluindo o Porto Unique, condomínio localizado na região Norte, Primeira Linha Acabamentos e na Focco Imobiliária, ambas na região central

Um utilitário da Efraim Incorporadora e Construtora Ltda também foi levado à delegacia da Polícia Federal.  

Ao longo da manhã, diversos veículos considerados de luxo, como uma Ram, um Dodge Challenger, duas BMW’s e um Hyundai HR foram apreendidos e encaminhados à sede da PF em Dourados, assim como vários caminhões e utilitários pertencentes à Primeira Linha e a Referência. 

Um Chevette com placas de colecionador também acabou ‘sequestrado’ por força de mandado judicial. 

Claudinei Tolentino Marques, dono da Referência Incorporadora, umas empresas onde ocorreram cumprimento de determinações judiciais, foi preso. No ano passado, ele já havia sido alvo de outra operação, mas do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), em investigação a empresa suspeita pela comercialização de armas de forma irregular e que mantinha sociedade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AQUIDAUANA

Ladrão invade casa, agride e amarra moradora durante roubo

POLÍTICA

Manifestantes vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio

BONITO

Com carro furtado, motorista é parado a tiros ao tentar fugir da PM

SALÁRIO DE R$ 7,1 MIL

TJ/MS divulga gabarito oficial e resultado preliminar de concurso

Familiares pedem ajuda para encontrar Marcos Brandão que desaparecido
ORLA MORENA

Familiares pedem ajuda para encontrar Marcos Brandão que desaparecido

ACABOU A FERVURA?

El Niño chega ao fim, mas La Niña vem aí; saiba o que espera

Trabalhador fica ferido após cair em poço de cerca de seis metros

REPATRIADOS

Brasil vai receber da Suíça R$ 155 milhões recuperados de corrupção

CAMPO GRANDE

Homem é preso após fugir com filho e ameaçar atear fogo na casa da ex

JUDICIÁRIO

STJ anula provas contra dois investigados pela Lava Jato

Mais Lidas

HOMICÍDIO 

Douradense é encontrado morto com mãos e pés amarrados no interior do MT

DOURADOS

Interno é encontrado morto de joelhos na PED e caso é investigado

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

VENDA DE ALIMENTOS

Ministério Público pede fechamento de cantinas em presídios de MS