Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
MS

Operação “Divisas Integradas III” apreende mais de 7 toneladas de drogas

29 outubro 2020 - 21h05Por Da Redação

As primeiras ações da operação "Divisas Integradas III", até às 18 horas desta quinta-feira, dia 29 de outubro, já resultaram em 7,3 toneladas de drogas apreendidas e 832 pessoas presas. Os trabalhos foram deflagrados simultaneamente em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná, estabelecendo um marco de integração e parceria entre as polícias dos quatro estados. As atividades têm como objetivo reforçar o combate ao crime organizado e ao narcotráfico.

"Isso é um sonho, um trabalho que vai ao encontro do maior bem que a população busca: a segurança dela própria. Nós continuaremos com essas ações porque onde há integração o crime cai. Integrar é o verbo de comando", disse o secretário da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), general João Camilo Pires de Campos, durante entrevista coletiva. "Quando nós realizamos uma operação dessa envergadura, potencializamos nossos meios e aumentamos a sensação de segurança não só na nossa fronteira e estados envolvidos, mas também em outras regiões", complementou o secretário da Justiça e Segurança Pública do MS (Sejusp-MS), Antônio Carlos Videira.

A importância da integração também foi o foco dos discursos dos representantes das outras duas unidades federativas participantes. "Como fruto desse trabalho [integrado], nossas inteligências estão cada vez mais afinadas", afirmou o coronel Rômulo Marinho Soares, secretário da Segurança Pública do PR (SSP-PR). "A integração é um caminho sem volta e Minas Gerais está mergulhada nisso. Essas operações vão se perpetuar", completou o general Ramon Marçal da Silva, subsecretário na Secretaria de Justiça e Segurança Pública de MG (Sejusp-MG).

Cerca de 20 mil policiais dos quatro territórios, agentes do Exército Brasileiro, da Marinha e demais órgãos federais estão empenhados nos trabalhos que devem se estender até o início de novembro. As ações preventivas, ostensivas e para cumprimento de mandados judiciais, são realizadas ao longo das divisas das unidades federativas. Para isso, são empenhadas 6.770 viaturas, 17 aeronaves, 17 drones, 142 cães e 91 embarcações.

Além das prisões e das drogas recolhidas, até o momento a operação já possibilitou a apreensão de 350 mil maços de cigarros, 58 armas de fogo e 13,7 mil outros materiais ilícitos. Também foram recuperados 21 veículos produtos de roubo ou furto.

Participam da operação, além das secretarias já citadas, as respectivas polícias Militar, Civil e Técnico Científica, bem como o Corpo de Bombeiros Militar e Departamentos de Inteligência.  No âmbito federalista, estão integrados o Exército Brasileiro, a Marinha do Brasil, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Palmeiras anuncia rescisão de contrato com o volante Ramires
POLÍCIA
Idoso cai em golpe de ligação da filha chorando, mas cartão é bloqueado
JUSTIÇA
Seguradora deve indenizar agricultor que perdeu 95% da safra
RIBAS DO RIO PARDO
Polícia recupera em assentamento cinco cabeças de gado furtadas
ECONOMIA
Caixa abre agência em Dourados neste sábado para saque de auxílio
ITAHUM
PM apreende motos abandonadas com maconha e skunk na MS-468
POLÍTICA
Governador de Santa Catarina é absolvido em processo de impeachment
CAPITAN BADO
Rapaz de 26 anos é executado em frente a hospital na fronteira
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 501 mortes em 24 horas e total se aproxima de 172 mil
Mulher vai fazer matrícula da filha e é roubada por motociclista

Mais Lidas

DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
DOURADOS
Júri condena membros de grupo de extermínio a mais de 100 anos de prisão
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
BONITO
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro na MS-382