Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
TROCA DE COMANDO

Novo comandante fala em 'grande desafio' ao assumir Batalhão em Dourados

20 novembro 2020 - 10h59Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

O novo comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados, tenente-coronel Helbert Davyson Romeiro de Souza, disse encarar um grande desafio ao ser nomeado ao posto na cidade. Ele assume o cargo no lugar do recém promovido, coronel Emerson Almeida Vicente, que passará a atuar no Comando Geral, em Campo Grande. 

“É um desafio pessoal e profissional estar à frente do 3º Batalhão. Estamos em uma área de fronteira, com muito giro de capital, de veículos e pessoas. Então o nosso desafio é levar segurança à população local e a ‘flutuante’”, disse, após cerimônia de passagem de comando na manhã desta sexta-feira (20/11), na Escola Estadual Presidente Vargas.  

Helbert esteve à frente da Polícia Militar em Fátima do Sul antes da transferência para a mais populosa cidade do interior sul-mato-grossense. Ciente de problemas estruturais e de falta de efetivo, ele acredita em melhorias nos próximos meses.

“O governo tem se esforçado para melhorar a estrutura da polícia. Em relação ao efetivo, temos duas turmas, uma em formação e outra que será chamada. Tão logo ocorra a convocação, alguns deles serão realocados em Dourados. Nesse momento o grande desafio é passar a sensação de segurança às pessoas, colocar a PM no local certo para reduzirmos índices de furto e roubo”, relatou.

Se despedindo das atividades no 3º Batalhão, Almeida classificou os seis meses no município como de muito trabalho. 

Ele foi destacado ao cargo após a prisão do tenente-coronel Carlos Silva, em maio, por suspeita de fazer parte de esquema de contrabando de cigarros. 

“Foram seis meses de bastante trabalho, temos uma boa equipe no 3º BPM que facilitou muito para colocarmos as nossas ações em práticas e trazer a sensação de segurança pública à sociedade. A população quer a polícia na rua, quer diminuição dos crimes, principalmente aqueles contra o patrimônio e a vida”, contou. 

Outro ponto citado pelo coronel tem relação as medidas contra o tráfico de entorpecentes na cidade. 

“Conseguimos, da mesma forma, combater o tráfico, com vários pontos de distribuição de drogas fechados e pessoas presas”, finalizou. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Estuprada pelo cunhado, adolescente será ouvida em depoimento especial
JUSTIÇA
Mãe e filho são proibidos de publicar ofensas em rede social
Ex-prefeito de cidade paulista condenado por estupro é preso na fronteira
PEDRO JUAN
Ex-prefeito de cidade paulista condenado por estupro é preso na fronteira
EDUCAÇÃO
Cerimônia de premiação do Inova-UEMS será no dia 02 de dezembro
Travestis são presas por agredir motorista de aplicativo e destruir carro
CAMPO GRANDE
Travestis são presas por agredir motorista de aplicativo e destruir carro
COVID-19
Comissão do Congresso quer ouvir Pazuello sobre testes encalhados
PONTA PORÃ
Briga por causa de cachorro termina em morte a tiros na fronteira
REGIÃO
Governo entrega veículos para produção de erva-mate na fronteira
CAPITAL
Assassina diz que jogou chargista de escada após levar tapas na cara
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 638 mortes por Covid em 24 horas e ultrapassa 170 mil

Mais Lidas

DOURADOS
Carro invade parque no final da Avenida Marcelino Pires, cai em valeta e pega fogo
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Homem ameaça ex com faca e apanha de vizinhos em Dourados
DOURADOS
Homem é preso após tentar atropelar policiais em abordagem na BR-163 
DOURADOS
Mulher é presa após atear fogo na casa do ex-marido, cadeirante