Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ESTELIONATO

Nem sequestro livrou homem de voltar a aplicar golpes em viagens

26 dezembro 2019 - 22h05Por Da Redação

Na polícia e nas redes sociais é possível encontrar reclamações relacionadas à venda de pacotes de viagens por Andrews Crislley de Carvalho Reis. O agente de viagens é acusado de golpe e não é de agora. Em 2017, problema na emissão de passagens despertou revolta e motivou seu sequestro pelo Policial Militar, Juliano Silveira Pinto.

Desta vez, uma das supostas vítimas registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil, em Campo Grande, no dia 19 de dezembro deste ano. Entre, setembro e outubro, o cliente, que preferiu não se identificar, negociou a compra de nove pacotes de viagens nacionais no valor de aproximadamente R$ 10 mil. “Ele emitiu apenas três bilhetes dos primeiro pacotes”, relatou.

À polícia, o cliente relatou que a negociação foi feita via WhatsApp e o valor foi depositado integralmente em conta corrente no nome de Andrews. Diante dos problemas, na emissão das passagens, a vítima efetuou pesquisa nas redes sociais e constatou diversas reclamações relativas à venda de pacotes pelo agente de viagens.

A reportagem do site Campo Grande News entrou em contato com o acusado pelo telefone, mas ele não atendeu. Pelo número de WhatsApp disponibilizado para a compra dos pacotes, a mensagem automática oferece o serviço de cotação de viagem. Após questionado sobre as acusações, Andrews afirmou que já falava com a reportagem e que a história “não era bem assim”. No entanto, ele não falou mais nada.

Sequestro

Em Julho de 2017, Andrews, junto com um funcionário, foi vítima de um sequestro. O policial militar Juliano Silveira Pinto, 34 anos, e o sogro dele, o corretor de imóveis Claudenir Ricci, 63 anos, foram presos por ameaçar, sequestrar e manter Andrews em cárcere privado.

Na época, Andrews vendeu passagens aéreas por R$ 2.500 para Claudenir, mas não emitiu os bilhetes. Para receber as passagens, Claudenir e o PM teriam sequestrado o homem. Eles pagaram fiança e foram liberados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Com eleição adiada, TSE é consultado sobre prazo de Ficha Limpa
RIO AQUIDAUANA
Ambiental multa homem em mais de R$ 5 mil por degradar mata ciliares
ASSEMBLEIA DE MS
Aprovado direito de incluir nome do cônjuge em faturas
CAMPO GRANDE
Hemosul realiza testagens laboratoriais de resultados do Covid-19, porém sem coletas no local
PANDEMIA
Bodoquena, Bela Vista e Terenos solicitam reconhecimento de calamidade pública
BRASIL
Mais de 200 mil candidatos se inscreveram no primeiro dia de abertura do Sisu
BRASIL
Senado aprova convite a Mourão para debater Conselho da Amazônia
CAMPO GRANDE
Na Capital, anta é resgatada após cair em piscina de chácara
DOURADOS
Dono encontra carro que havia locado “depenado” em barracão
ECONOMIA
Dólar fecha em alta com cautela externa por coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
DOURADOS
Adolescente pilota moto embriagado e tio morre após queda na Coronel Ponciano