Menu
Busca segunda, 06 de julho de 2020
(67) 99659-5905
TRÊS LAGOAS

Mulher é acusada de matar filhote de gato a pisões em MS

21 dezembro 2019 - 09h05Por Da redação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Três Lagoas multou uma mulher de 54 anos que teria pisoteado um gato até a morte. O caso aconteceu em um condomínio da cidade após denúncia de vizinhos. 

A PMA foi ao local e verificou que o gato que teria sofrido maus tratos já estava morto no local, com várias lesões pelo corpo. Os vizinhos informaram que o animal, ainda filhote, teria sido pisoteado até a morte por sua proprietária que teria depois o jogado na escadaria de acesso ao condomínio.

Os Policiais localizaram a acusada que negou ter praticado o ato de maus tratos ao animal e afirmou que ele seria cria de uma de suas gatas. 

Porém, diante de várias testemunhas que confirmaram o crime, a acusada foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil e responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais. 

A pena é de três meses a um ano de detenção. A infratora também foi autuada administrativamente e multada em R$ 1 mil.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
TRAGÉDIA
Ciclista morre após ser atropelado por carro na Avenida Marcelino Pires
INFORMAÇÃO
Especialista recomenda prazo de adaptação à Lei de Proteção de Dados
PANDEMIA
Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus
CAMPO GRANDE
Moradores da Capital realizam ação solidária e arregacam 1t de alimentos
ESPORTES
Flamengo vence com tranquilidade e se aproxima do título estadual
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
LUTO
Martha Rocha, 1ª Miss Brasil, morre em Niterói, no Rio de Janeiro
PANDEMIA
Brasil chega a 1,6 milhão de casos confirmados de coronavírus
ECONOMIA
Pesquisa mostra potencial para a expansão do home office

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
“Um amigo, um conselheiro”, diz Délia após assassinato de secretário