Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

MPF denuncia 19 pessoas por morte de cacique em acampamento em MS

26 novembro 2012 - 19h30

O Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul (MPF-MS) denunciou 19 pessoas pela morte do cacique guarani-kaiowá Nísio Gomes, de 55 anos. A denúncia foi feita em agosto e divulgada pelo órgão nesta segunda-feira (26). Até o mês de novembro, o processo correu em segredo de justiça.

Segundo o MPF-MS, os réus respondem por homicídio qualificado e por outros crimes relacionados à tentativa de expulsão dos indígenas do acampamento Guaiviry, localizado em Aral Moreira, distante 402 km de Campo Grande, região sul do estado.

Entre os réus estão fazendeiros, advogados e um secretário municipal, além de um proprietário e funcionários de uma empresa de segurança privada. Segundo o MPF-MS, sete deles continuam presos.

Dos 19 acusados, três respondem por homicídio qualificado, lesão corporal, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de testemunha; quatro por homicídio qualificado, lesão corporal, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma de fogo; e 12, por homicídio qualificado, lesão corporal, formação de quadrilha ou bando armado e porte ilegal de arma de fogo.

A morte do cacique Nísio Gomes ocorreu durante um ataque ao acampamento Guaiviry, no dia 18 de novembro de 2011. Além dele, o indígena Jhonaton Velasques Gomes foi ferido. Os acusados utilizaram ao menos seis armas de fogo calibre 12 na ação.

A denúncia do MPF, descreve que o crime repercutiu internacionalmente e colocou em foco o “ambiente onde imperam o preconceito, a discriminação, a violência e o constante desrespeito aos direitos fundamentais” dos cerca de 44 mil índios guarani-kaiowá e guarani-ñandeva que vivem em Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
TJ nega recurso de condenado por furto de fios de residência
DESCAMINHO
Produtos paraguaios avaliados em R$ 120 mil são apreendidos em Vila Vargas
DOURADOS
Guardas capturam foragido da justiça próximo a residenciais de luxo
ELEIÇÕES 2020
Votação deve ser estendida em pelo menos uma hora
DOURADOS
Comércio funcionará até mais tarde na véspera do Dia dos Pais
INFORME PUBLICITÁRIO
Dica Olhar Mais: como reconhecer os problemas de visão mais comuns?
ECONOMIA
Metade dos itens da cesta básica apresentam variação acima de 100% em Dourados
MS-156
Morador de Juti é flagrado trasportando maconha e ‘skunk' em ônibus
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
Projeto proíbe a divulgação de CPF nas contas de água e luz em MS
DOURADOS
Polícia prende mulher acusada de atrair vítima em 'golpe do falso frete'

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
DOURADOS
Condutor de veículo que atropelou ciclista e fugiu sem prestar socorro é identificado
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos