Menu
Busca segunda, 06 de julho de 2020
(67) 99659-5905
CAMPO GRANDE

Motorista que matou advogada no trânsito se apresenta e fica preso

05 novembro 2017 - 07h45Por Da Redação

João Pedro da Silva Miranda Jorge, 23, ficará preso em delegacia de pronto atendimento comunitário de Campo Grande pelo menos até amanhã (6), quando será transferido para a Terceira Delegacia de Polícia, no Bairro Carandá Bosque.

O suspeito de ter causado o acidente que matou a advogada Carolina Albuquerque Machado, na madrugada de quinta-feira, na Capital se apresentou na unidade na tarde de sábado (4) com o advogado.

De acordo com o Correio do Estado, o delegado plantonista, Alberto Carneiro, preferiu não dar entrevista à imprensa, mas informou, por meio de investigadores, que João ficará preso devido a mandado de prisão preventiva que havia sido decretado na sexta.

Por telefone, o delegado titular da 3ª DP, Geraldo Marin, disse ao Correio do Estado que o suspeito deve ser levado para a unidade na segunda-feira e ficará aguardando tranferência para o complexo penitenciáiro. A vaga será solicitada a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

O rapaz é apontado como o motorista que conduzia a caminhonete Nissan Frontier que atingiu veículo VW Fox, matando a advogada Carolina Albuquerque Machado, de 24 anos, e deixando ferido o filho da jovem, um menino de três anos.

João era considerado foragido desde sexta (3), quando a Justiça decretou o mandado de prisão preventiva do suspeito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Proprietário é multado em R$ 70 mil por degradação de área protegida
MATO GROSSO DO SUL
Desrespeito ao isolamento continua favorecendo a Covid, afirma Saúde
ECONOMIA
BNDES investe em fundo que apoia empresas de médio porte
DOURADOS
Com data marcada para retomar voos diários, Aeroporto passa por desinfecção
BRASIL
MEC define critérios para repasses do programa Educação Conectada
DOURADOS
Juiz mantém decisão para júri de jovem por homicídio, ocultação e destruição de cadáver
ISOLAMENTO
Melhor colocado no índice de isolamento social, Japorã confirma o primeiro caso de coronavírus
CAMPO GRANDE
Escola deve indenizar vizinhos por poluição sonora
DOURADOS
Acusado de matar secretário pode ter tido surto de esquizofrenia
COVID-19
Em MS, quase 70% dos infectados por coronavírus já estão recuperados

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
“Um amigo, um conselheiro”, diz Délia após assassinato de secretário