Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Morre homem baleado no Dioclécio Artuzi

08 outubro 2017 - 18h03Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Morreu horas depois de dar entrada no Hospital da Vida, Jair Pereira Amorim, 52. Ele foi baleado no final da manhã deste domingo (8) no Residencial Dioclécio Artuzi III, em Dourados. 


Os disparos atingiram a vítima no abdome e na cabeça, fazendo com que perdesse massa encefálica.


Segundo o boletim de ocorrência, o homem transitava pela rua DA3, quando o rival passou e efetuou os disparos.


O primeiro tiro atingiu o abdome dele e logo em seguida, o autor se aproximou e efetuou outro na cabeça, fugindo em seguida.


Na cintura de Jair foi encontrado um facão. Ele foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu aos ferimentos.


A polícia investiga o fato.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Assassina diz que jogou chargista de escada após levar tapas na cara
CAPITAL
Assassina diz que jogou chargista de escada após levar tapas na cara
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 638 mortes por Covid em 24 horas e ultrapassa 170 mil
JUTI
Tarado abusa de mulher que fazia caminhada e acaba preso
CULTURA
Festival on-line de dança da melhor idade fecha 1ª fase com 163 mil votos
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de olho em início de transição nos EUA
TRÁFICO
PF apreende mais de 5,5 toneladas de maconha em Ponta Porã
MELHORIAS
Visando sustentabilidade complexo da Sanesul vai operar com energia solar
COSTA RICA
Homem invade lanchonete com caminhão motivado por dívida
LEGISLATIVO DE MS
Proposta estabelece descarte correto de equipamentos de proteção individual
ECONOMIA
Guedes anuncia acordo para votação da Lei de Falências nesta quarta

Mais Lidas

DOURADOS
Carro invade parque no final da Avenida Marcelino Pires, cai em valeta e pega fogo
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Homem ameaça ex com faca e apanha de vizinhos em Dourados
DOURADOS
Homem é preso após tentar atropelar policiais em abordagem na BR-163 
DOURADOS
Mulher é presa após atear fogo na casa do ex-marido, cadeirante