Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
PEDRO JUAN

Ministra da Justiça do Paraguai reconhece corrupção de agentes em presídio com 75 foragidos

19 janeiro 2020 - 09h45Por Da Redação, com ABC Color

"É categórico que houve atos de corrupção que permitiram a fuga dos 75 presos da prisão de Pedro Juan Caballero", disse a ministra da Justiça do Paraguai Cecilia Pérez. Ao ABC Color ela disse que os responsáveis pela penitenciária já haviam sido demitidos e que seus cargos estão disponíveis para o que o Presidente da República ordenar.

Conforme noticiado pelo jornas paraguaio, a ministra questionou que ninguém tenha visto ou ouvido todas as obras do túnel que permitiram a fuga de 91 prisioneiros do grupo criminoso do Primeiro Comando da Capital (PCC), da Penitenciária Pedro Juan Caballero, cidade vizinha a Ponta Porã/MS, neste domingo (19/1). Ao descobrir cerca de 200 sacolas com areia em uma das celas, ele disse que é impossível que elas tenham passado despercebidas.

“É categórico que houve corrupção. Fizemos uma reclamação pública de que $ 80.000 foram oferecidos (para permitir a fuga). Sabemos agora que esse dinheiro tinha que ter circulado. Você pode ver que existem celas cheias de sacos de areia ”, disse Cecilia Pérez, em conversa com a rádio ABC Cardinal.

Ele também observou que o túnel estava no térreo da área destinada ao PCC, mas mesmo os que estavam no andar superior escaparam. Para fazer isso, eles precisavam ter todas as celas abertas, disse ela.

A ministra anunciou que o diretor da penitenciária, Christian González, o chefe de segurança e os chefes de guarda, já estavam demitidos. Ela disse que também colocou o cargo à disposição do presidente Mario Abdo Benítez.

Pérez acrescentou ainda que eles terão horas de imagens de circuito fechado para saber como ocorreu o vazamento.

A ministra lamentou o nível de corrupção tão alto que está instalado no sistema penitenciário paraguaio, pelo qual eles exigem mais orçamento para combater, disse ela.

“Pedro Juan é uma prisão muito particular, onde custa trabalhar pela permeabilidade da corrupção. Custa-nos até pessoalmente, mas não precisamos ser intimidados”, concluiu.

*Matéria editada às 10h16 para correção no número de fugitivos, anteriormente informado como 91. Os dados foram confirmados pela polícia paraguaia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Em live no Instagram, curso de Psicologia fala sobre isolamento social, sofrimento psíquico e pandemia
BRASIL
Marco Aurélio votará por permitir depoimento por escrito de Bolsonaro
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
FLAGRANTE
Casal do tráfico é preso após polícia flagrar homem preparando baseado na moto da esposa
ALEMS
Deputado Neno Razuk solicita melhorias em trecho da MS-485
MATO GROSSO DO SUL
Rastrear pode auxiliar na redução da taxa de contágio por coronavírus
BRASIL
Saúde atualiza novamente procedimentos para aborto no SUS
ELEIÇÕES 2020
Em Dourados, 80 postulantes à Câmara de Vereadores aguardam julgamento de candidatura
DOURADOS
Menor é flagrada em ônibus tentando levar skunk para Goiás
PANDEMIA
Dourados soma mais de 6,2 mil recuperados do novo coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida
PARANÁ
Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal
PEDRO JUAN
Terror na fronteira: três veículos de luxo são incendiados em pontos distintos
PANDEMIA
Prefeitura e MPE entram em acordo para retorno das aulas presenciais na rede privada