Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
CAPITAL

Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto

20 fevereiro 2020 - 19h35Por Da Redação

Uma dona de casa de 32 anos moradora no bairro Bom Retiro, em Campo Grande, passou por momentos de tensão na última sexta-feira, dia 14 de fevereiro. Segundo o site Midiamax, a filha dela, de apenas três anos, foi espancada e teve os dois braços quebrados, além de sofrer cortes na cabeça, depois de sair para brincar em uma festa. O suspeito das agressões seria um garoto de 11 anos, que foi reconhecido pela vítima. O caso foi denunciado e a Polícia Civil abriu investigações.

A mãe decidiu expor o ocorrido para que outras crianças não passem pelo o que a filha dela passou. “Gostaria de deixar uma mensagem para as mães não confiarem em ninguém, por mais que a pessoa seja conhecida de casa. A maldade está onde a gente menos espera. A pessoa que agrediu minha filha estava brincando com as crianças momentos antes”, detalhou ela. Apesar das agressões sofridas, a menina não  foi alvo de violência sexual.

Conforme relatado, a mulher disse que na sexta-feira à noite foi convidada para uma confraternização na casa de amigos. Ela foi com o marido e com os os filhos. Chegando lá, o filho mais velho se reuniu com crianças que estavam brincando de esconde-esconde na frente da casa. “A minha filha estava no meu colo e saiu para se juntar com as crianças. Foi muito rápido, quando me dei conta, ela já tinha desaparecido”.

A mulher afirma que perguntou às outras crianças se alguém tinha visto a menina, mas nenhuma delas sabia, pois estavam brincando de esconde-esconde e ela poderia ainda estar escondida. O marido foi chamado e o casal passou a fazer buscas pelo quintal, mas como não acharam a filha, foram até uma casa vizinha, onde havia outra festa, para tentar localizá-la. Lá, conversaram com mais pessoas que também disseram não tê-la visto.

Um menino chegou a dizer que viu a criança sendo levada por outro menino. “Ele só falou que ela foi pra lá, mas não soube dizer”, pontuou. A Polícia Militar foi acionada e ajudou nas buscas, no entanto, sem sucesso. A mulher então foi orientada a registrar boletim de ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro da Capital.

Enquanto estava na delegacia, foi informada por telefone pelo marido que a filha foi encontrada.

“Ele disse que ela estava com dois cortes profundos na cabeça e bastante fraca. Por isso eu falei para levarem ela logo para a Santa Casa”. A vítima foi achada praticamente nua e, ao chegar no hospital, foi submetida a uma série de exames que constataram agressões na cabeça e fraturas nos dois braços, no entanto, não havia registro de estupro. “O local onde ela foi achada era um barraco que estava todo sujo com o sangue dela”, lamentou a mãe.

No local também havia peças de roupa e acessórios da menina. O agressor seria um garoto de 11 anos que a levou pela mão até o local. “Ela o reconheceu. Ela viu ele por foto e apontou com certeza que foi ele, mas até agora nada aconteceu. Este menino e a família dele seguem vivendo normalmente, como se nada tivesse acontecido. Estou esperando providências da polícia, e a minha filha está aqui, calma, mas tendo pesadelos à noite”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Invista em Energia Solar com uma empresa séria
INFORME PUBLICITÁRIO
Invista em Energia Solar com uma empresa séria
PEDRO JUAN
Dupla é presa pela polícia paraguaia após execuções na fronteira
PAGAMENTO
Salários dos servidores estaduais serão depositados nesta sexta-feira
''Vamos atender os anseios da população'', diz Juscelino Cabral, eleito com 1.635 votos
TV DOURADOS NEWS
''Vamos atender os anseios da população'', diz Juscelino Cabral, eleito com 1.635 votos
COVID-19
Detran suspende atendimento nas agências de Brasilândia e Bataguassu
CAARAPÓ
Polícia Civil fecha movimentado ponto de venda de entorpecentes 
VACINA
Covid-19: plano de imunização está praticamente pronto, diz Bolsonaro
POLÍCIA
Operação Boas Festas em MS será lançada nesta sexta-feira
ACIDENTE
Homem morre às véspera de encontro com os filhos que não via há 23 anos
TEMPO
Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
DOURADOS
Júri condena membros de grupo de extermínio a mais de 100 anos de prisão
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
BONITO
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro na MS-382