Menu
Busca quinta, 17 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Líderes do MLST continuam presos na Polícia Federal

10 junho 2006 - 09h21

Os 42 integrantes do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) que lideraram a invasão da Câmara dos Deputados, na última terça-feira (6), continuam presos na Polícia Federal e vão responder a processos por ferimento grave, atentado ao patrimônio público e incitamento de menores. A informação foi dada hoje (10) pelo advogado Boris Trindade, que defende o líder do movimento e ex-integrante da Executiva do PT, Bruno Maranhão.O advogado confirmou que os 540 integrantes do MLST que fizeram parte da invasão à Câmara e estavam presos na Penitenciária da Papuda desde a última quarta-feira (7) foram libertados ainda ontem à noite, por determinação da juíza da 10ª Vara Federal, Maria de Fátima Costa. Da Papuda, os sem-terra seguiram direto para o município goiano de Luziânia, sob escolta policial, e de lá viajarão para seus estados de origem. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMUNIZAÇÃO
Mais 936 mil doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
ECONOMIA
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
ECONOMIA
Ibovespa fecha em queda após EUA anunciarem alta de juros
CARTÃO SESC
Sesc MS assina parceria com Governo e servidores terão descontos em serviços
Covid-19: país tem 2,9 mil mortes e 95,3 mil casos em 24 horas
BRASIL
Covid-19: país tem 2,9 mil mortes e 95,3 mil casos em 24 horas
NA CAPITAL
Detran-MS vai liberar veículos em pátios por requerimento virtual
BRASIL
Ação do DF e de Goiás mobiliza 200 agentes na busca de foragido
DOURADOS
Alan Guedes recebe doações para organizar retomada das aulas presenciais
POLÍTICA
Relator da reforma administrativa apresenta roteiro de trabalho
DEPUTADOS
CCJ da Câmara aprova intimação judicial por aplicativo de mensagens

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista baleado em golpe do "falso frete" é identificado
DOURADOS
Multinacional não paga R$ 351 milhões à vista e juiz intima Santa Helena para compra de usina
DOURADOS
Jovens que tentaram aplicar golpe do 'falso frete' e balearam motorista são apreendidos
PONTA PORÃ
Preso por tráfico, homem diz ser corretor e mostrava residência para casal