Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Justiça inicia treinamento à policiais para Força Nacional

23 agosto 2004 - 14h14

 O Ministério da Justiça iniciou hoje o treinamento de 197 policiais militares e bombeiros que farão parte da Força Nacional de Segurança Pública. Trata-se de uma tropa de elite, formada por 1,5 mil integrantes, para atuar em situações emergenciais ou quando houver necessidade de reforço na área de segurança pública estadual, como alternativa ao uso das Forças Armadas. Durante duas semanas, os policiais militares e bombeiros participarão de aulas teóricas e práticas, que visam padronizar conhecimentos e procedimentos desses profissionais. Na primeira turma, cujo treinamento foi concluído no último sábado (21), 254 policiais foram capacitados. Segundo o coordenador da Força, Aurélio Ferreira Rodrigues, a previsão é de que até 17 de dezembro todos os 1,5 mil integrantes da Força tenham sido treinados. À exceção do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, todos os estados, além do Distrito Federal, estão representados na segunda turma. Segundo o secretário Nacional de Segurança Pública, Luiz Fernando Corrêa, São Paulo não enviou policiais por questões administrativas e o Paraná por problemas burocráticos. “Então, nós só temos o Rio de Janeiro não querendo participar”, afirmou o secretário, que abriu o curso de capacitação da segunda turma. O secretário destacou que a Força não representa intervenção federal nos estados. “Não será intervenção. É uma maneira de colaborar com os estados que enfrentem dificuldades, isso em caso de emprego”, explicou Corrêa, ao comparar a função da Força à da Organização das Nações Unidas. “Na medida em que um estado peça socorro, todos os estados, em conjunto, colaboram. O que a ONU faz é exatamente isso. Hoje, nós estamos com militares brasileiros no Haiti e, com certeza, tem de outras nações também. Então, são os outros países socorrendo um país amigo em emergência, em situação crítica”, afirmou. A novidade da segunda turma em relação à anterior é a presença de 14 mulheres entre os profissionais a serem treinados. Segundo Corrêa, elas só não participaram do primeiro treinamento porque não havia alojamentos adequados em número suficiente para recebê-las. A ministra Nilcéa Freire, da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, também participou da abertura do treinamento, na Academia Nacional de Polícia. “Nós entendemos que essa força é para a promoção da paz e as mulheres são mediadoras importantes dos processos de paz nas suas comunidades. Portanto, a presença de mulheres na Força tem um significado todo especial”, comemorou a ministra.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Final do Cariocão 2021 começa neste sábado com o clássico Fla x Flu
TV furtada de comércio é recuperada e mulher presa por receptação
DOURADOS
TV furtada de comércio é recuperada e mulher presa por receptação
Deputado quer posto de saúde para atender cinco bairros em Dourados
LEGISLATIVO DE MS
Deputado quer posto de saúde para atender cinco bairros em Dourados
LEVOU OUTROS PERTENCES DO 'BAÚ'
Jovem tem moto furtada no centro de Dourados
Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
PERMISSÃO
Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
DOURADOS
Bandido furta comércio e é preso logo depois com bebidas que havia levado
CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
SAÚDE & BEM-ESTAR
Hospital dos Olhos Dourados orienta sobre a importância do acompanhamento oftalmológico na infância
ACIMA DE 69 ANOS
Dourados tem 'Dia D' para 2ª dose da coronavac em idosos acima de 69 anos
TEMPO
Temperatura continua amena em Dourados e máxima não passa de 26ºC

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor