Menu
Busca quinta, 03 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
OMERTÀ

Justiça decreta preventiva de Jamil Name e filho por execução de filho de PM

27 novembro 2019 - 18h35Por Da Redação

Uma força-tarefa composta por quatro delegados de Polícia Civil pediu a decretação da prisão preventiva para Jamil Name, Jamil Name Filho e o grupo criminoso acusado de articular e executar o assassinato de Mateus Coutinho Xavier, 20 anos. De acordo com o site Midiamax, o rapaz foi morto por engano, sendo que o alvo seria o pai dele, o policial militar Paulo Xavier. O crime aconteceu no dia 9 de abril deste ano.

O pedido de prisão preventiva foi deferido pelo juiz Aluizio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, nesta quarta-feira, dia 27 de novembro. Em sua decisão, o juiz Aluizio ainda expediu mandados de prisão com validade até 8 de abril de 2039 para os investigados que se encontram foragidos.

“(…) durante as investigações, ficou demonstrado que todos os representados, em autêntica divisão de tarefas, meticulosamente planejaram a morte de Paulo Roberto Teixeira, mas por erro na execução, ceifaram a vida de Matheus”, consta no pedido da força-tarefa da Polícia Civil.

Foram pedidas as prisões de Vladenilson Daniel Olmedo, José Moreira Freires, Juanil Miranda Lima, Eurico dos Santos Mota e Marcelo Rios.

O pedido faz parte das investigações que levaram a deflagração da Operação Omertà, em setembro deste ano, ocasião que foram presos Jamil Name, filho, guardas municipais, policiais civis e até policial federal. A investigação também indica que o grupo seria responsável por três execuções em Campo Grande, todas com armamento de guerra, apreendido sob a guarda de Marcelo Rios, inclusive um fuzil AK-47 usado na morte de Matheus.

Conforme a investigação policial, Name e o filho foram os mandantes da morte de Paulo e teriam determinado que Marcelo Rios contratasse os pistoleiros que executariam o crime. Vladenilson e Marcelo foram os intermediários, sendo que contrataram José Freires e Juanil para executarem o crime. Eurico foi o responsável para localizar o endereço atualizado da vítima, também contratou um hacker para obter a localização em tempo real de Paulo Xavier.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Impostos já renderam R$ 225 milhões à prefeitura
DOURADOS
Impostos já renderam R$ 225 milhões à prefeitura
Dupla é presa após furtar ferramentas em Três Lagoas
REGIÃO
Dupla é presa após furtar ferramentas em Três Lagoas
Mais de 80t de cigarros apreendidos em MS serão destruídos no Paraná
CONTRABANDO
Mais de 80t de cigarros apreendidos em MS serão destruídos no Paraná
DOURADOS
PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre, diz IBGE
Celular de empresa é furtado e autor é encontrado na Casa da Acolhida
DOURADOS 
Celular de empresa é furtado e autor é encontrado na Casa da Acolhida
DESCAMINHO
Homem é apreendido com mais de 450 celulares contrabandeados
LEGISLATIVO DE MS
Pautados quatro projetos de lei para a sessão desta manhã
DOURADOS
Com cidade tomada por mato, prefeitura reforça apelo judicial para destravar limpeza
EDUCAÇÃO
FNDE prorroga prazo para renovação semestral do Fies
POLÍCIA
Grupo aborda vítima e rouba celular na Vila Olímpica

Mais Lidas

PANDEMIA
Casos de coronavírus levam fechamento de três agências bancárias em Dourados
POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
MAUS TRATOS
Mãe é denunciada após apagar cigarro na mão da filha em Dourados
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso