terça, 09 de agosto de 2022
Dourados
16°max
12°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ARAL MOREIRA

Investigado por violência doméstica contra a mãe é preso em flagrante

08 dezembro 2021 - 15h40Por Da redação

Jovem de 21 anos, conhecido como "Índio", foi preso na manhã do desta quarta-feira (8),  em flagrante delito, por descumprimento de medidas protetiva.

A ação foi da Polícia Civil, por meio da Delegacia de Aral Moreira. O autor é investigado pela prática de lesão corporal dolosa no âmbito de violência doméstica contra sua própria mãe de 64 anos.

A prisão se deu após notícia criminosa relatada por órgão público de Aral Moreira, sobre que o suposto autor se negava a sair da residência de sua mãe mesmo já ciente do deferimento das medidas protetivas em seu desfavor. 

Denúncias para a delegacia de Aral Moreira podem ser feitas pelo telefone: (67) 3488-1270.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2022

Lula e Bolsonaro devem ter quase metade do horário eleitoral

Pais precisam arrecadar R$ 100 mil para custear tratamento de bebê

JUDICIÁRIO

Mutirão resulta em 2.400 sentenças sobre Violência Doméstica

Manifestantes liberam circulação de veículos na fronteira com a Bolívia
CORUMBÁ

Manifestantes liberam circulação de veículos na fronteira com a Bolívia

Alunos da UFGD recebem prêmio de R$ 100 mil por modelo de negócio
DOURADOS 

Alunos da UFGD recebem prêmio de R$ 100 mil por modelo de negócio

Pista molhada e vento forte provocam acidente com ambulância

UEMS

Doutorado em Recursos Naturais prorroga inscrições de processo seletivo

Morador em MS é preso durante operação contra lavagem de dinheiro

JUSTIÇA

CNJ lança formulário sobre violência contra comunidade LGBTQIA+

CAMPO GRANDE

Homem denuncia vizinho por invadir casa e retirar adesivo político

Mais Lidas

BR-376

Lutador de MMA douradense é preso com mais de 40 quilos de cocaína

TRAPALHADA

Ladrão esquece mochila aberta e dinheiro roubado voa durante fuga

Adolescente fica gravemente ferido após caminhonete capotar na MS-141

COXIM

Casal de idosos foi morto por menores que levaram R$ 20