Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99659-5905
RIO BRILHANTE

Interno é assassinado por companheiro de cela

28 fevereiro 2020 - 10h49Por Da Redação

Wesley da Conceição Mendes, 21, que cumpre pena na Penitenciária Masculina de Rio Brilhante,  foi assassinado por asfixia na cela que dividia com outro preso durante a madrugada desta sexta-feira (28/2). Os dois estavam na cela CD-1 correcional.

De acordo com o Rio Brilhante em Tempo Real, o interno que cumpria pena por tentativa de estupro. 

O suspeito informou que Wesley se masturbava em sua frente e urinava em outros dententos, além de gritar na cela.

Ainda conforme o site, por volta de 0h30 ambos tiveram desentendimento e ele então deu um golpe de “mata leão” em Wesley.

Ao perceber que o rapaz estava desacordado, pegou um saco plástico e colocou na cabeça do preso, o matando.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil onde será autuado em flagrante por homicídio qualificado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Comerciante leva multa de R$ 37 mil por desmatamento em Bela Vista
BELEZA
Especialista revela o porque da procura por dentistas para realizar aplicações de botox
DIREITOS HUMANOS
Estatuto da Criança e do Adolescente ganhará versão em Libras
R$ 863 MIL
Prefeito da Capital anuncia compra de “kit prevenção” à Covid-19
ESPORTES
Sob forte chuva, Hamilton garante pole position no GP de Estíria
ESPORTES
Comitê Olímpico confirma Missão Europa na próxima sexta-feira
CORONAVÍRUS
Deputados podem votar projeto de indenização a profissionais de saúde na terça
PANDEMIA
Surto de Covid-19 nas Américas está longe de acabar, dizem cientistas
JUSTIÇA
Ronaldinho Gaúcho tem recurso negado e segue preso no Paraguai
PMA
Pescadores de São Paulo são autuados por crime ambiental em MS

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados