Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
REGIÃO

Idosos são autuados em R$ 4,7 mil por pesca predatória em MS

24 março 2020 - 19h50Por Da redação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Costa Rica recebeu reclamações de que havia muitos pescadores nos limites do município de Alcinópolis, especialmente, de fora do Estado.

Uma equipe foi ao local, no intuito de orientar os pescadores sobre o vírus e sobre as normas de pesca e prendeu ontem (23) à tarde, três idosos paulistas (faixa etária mais ameaçada pelo coronavírus) por pesca predatória e apreendeu pescado e diversos petrechos ilegais à pesca no Estado.

O pescado, pesando 25 kg, dois barcos, dois motores de popa, uma tarrafa, 35 anzóis de galho, um freezer, uma bateria e uma lanterna especial foram apreendidos. 

Os infratores, de 65, 66 e 81 anos, residentes em Potirendaba (SP) foram autuados administrativamente e multados em um total de R$ 4.860,00. Eles também responderão por crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

Em um rancho à margem do rio Taquari, o qual a PMA já monitorava por denúncias de pesca predatória, os Policiais localizaram diversos pescadores paulistas, inclusive, um pescador profissional daquele estado, de 81 anos, que pescava em conjunto com os amadores, o que é proibido. 

Além disso, ele nem poderia pescar como profissional sem autorização do órgão estadual. Na chegada da equipe, este profissional lançou um peixe da espécie pintado na vegetação, para escondê-lo, porém, fora visto pelos Policiais.

Na área em volta do rancho, os Policiais encontraram uma tarrafa molhada, indicando ter sido utilizada, escondida na mata e, na varanda, mais 35 anzóis de galhos (petrechos proibidos), bem como um peixe da espécie jaú em um frízer. 

Enquanto fiscalizavam o local, dois pescadores chegaram em uma embarcação, onde foram encontrados vários peixes pequenos que são utilizados por pescadores profissionais como iscas em anzóis-de-galho, os quais foram capturados com tarrafa conforme marcas aparentes. Também um exemplar de piraputanga e um piavuçu estavam com tamanho inferior ao permitido por lei.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVENÇÃO
Bombas flutuantes são ativadas para garantir abastecimento de água em Corumbá
ECONOMIA
Economistas defendem investimentos públicos e taxação de ricos
INCENTIVO
Em segunda edição do programa, UEMS concede 711 auxílios para acesso à internet
POLÍCIA
Idoso é encontrado morto em valeta na região central de Itaporã
DOURADOS
Em MS, interessados em adquirir imóvel podem ter desconto no valor da entrada
ESPORTE
Vasco empata com Bragantino e entra, provisoriamente, no G4
PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete