Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Identificados policiais suspeitos de matar empresário no Guarujá

06 agosto 2004 - 18h52


Eduardo Minari Iga, 40 anos, lotado no Garras em Campo Grande e Ezequiel Leite Furtado, que é aposentado, seriam os dois policiais civis de Mato Grosso do Sul, apontados como os principais suspeitos de terem executado ontem um empresário no litoral paulista.
Extra-oficial o Dourados News apurou junto a Polícia Civil de Guarujá, SP, que os dois suspeitos estão ainda sendo investigados como envolvidos na morte do empresário Antônio Ribeiro Filho, de 63 anos, que foi morto com três tiros.
O crime aconteceu pela manhã no calçadão da Praia das Pitangueiras, em Guarujá, quando a vítima caminhava ao lado de seu animal de estimação, um cachorro.
Os dois policiais segundo informou a Polícia Civil paulista foram detidos à noite, no Aeroporto de Congonhas, na Capital, quando se preparavam para retornar ao seu estado de origem. A Justiça decretou a prisão temporária da dupla, que foi surpreendida no saguão, momentos antes realizar o check in.
Os suspeitos exercem o cargo de agente e embarcariam no vôo 1700 da Gol, com partida às 22h27 e previsão de chegada em Campo Grande às 22h55. Pelas duas passagens, um dos policiais pagou a quantia de R$ 730,40, sendo R$ 400,00 em dinheiro e o restante em cheque. Com eles foram apreendidas duas pistolas de calibre ponto 40, que possuem no cano o timbre da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) do Mato Grosso do Sul.
Segundo o delegado Rui Augusto Silva, titular de Guarujá, as armas serão confrontadas com os projéteis que atingiram a vítima para saber se elas foram efetivamente usadas no assassinato.
Também será realizado exame residuográfico nas mãos dos policiais a fim de detectar possíveis vestígios de pólvora e chumbo decorrentes de disparo de arma de fogo.
Sob forte esquema de segurança, os agentes suspeitos chegaram à Baixada Santista às 23h30.
‘‘Ainda é cedo para dar maiores informações, mas existe uma suspeita superior a 90% de que os policiais sejam os autores do crime. Eles se hospedaram no mesmo flat onde o empresário morava e além disso existem outros indícios, mas ainda precisamos montar todo o quebra-cabeça’’, declarou o delegado.
A prisão dos suspeitos foi realizada por uma equipe de investigadores da própria Delegacia de Guarujá, que atuou sob o comando de Roberto Sandoval.
Em relação ao provável motivo do homicídio, o delegado informou que o empresário, recentemente, descobriu que havia sido lesado em uma fraude e pretendia tomar as providências de âmbito criminal e civil. ‘‘Ao pagar os tributos de uma imensa área de terras que possuía em Mato Grosso, de valor astronômico, a vítima descobriu que a propriedade havia sido transferida para outra pessoa, mediante a falsificação de sua assinatura na escritura’’.
Ribeiro foi morto quando passeava com o seu cachorro da raça cocker spaniel pela Avenida Marechal Deodoro com a Rua Petrópolis. Atingido na nuca, no tórax e no abdômen, ele chegou a ser encaminhado ao Hospital Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos. A hipótese de roubo logo foi descartada, porque o empresário não portava valores. O corpo da vítima foi examinado pelo médico legista Esdras de Oliveira, no Instituto Médico-Legal de Guarujá.
Em poder dos agentes detidos, os investigadores de Guarujá apreenderam um recibo do flat.
Eles se hospedaram de quarta-feira até ontem, ocuparam o apartamento 73, vizinho ao da vítima, e pagaram a quantia de R$ 180,00. Para se hospedar, um dos suspeitos forneceu nome falso.
O empresário atuava no ramo de mineração no Mato Grosso e residia havia cerca de cinco anos com a esposa no Capitânia Varam Flat Service, no Centro de Guarujá.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia
DOURADOS
Polícia apreende drogas que seriam entregues à detento da PED
GERAL
Estágio de 20 toneladas de foguete chinês cairá na Terra até amanhã

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido