Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Homem que atirou na cabeça da ex vai a júri popular por tentativa de feminicídio

15 abril 2021 - 08h49Por André Bento e Osvaldo Duarte

Foi designada para o próximo dia 6 de junho a sessão do Tribunal do Júri que julgará Gilmar Francisco dos Santos, de 45 anos, réu por tentativa de feminicídio em Dourados. Na madrugada de 20 de novembro de 2019, ele agrediu a ex-mulher e atirou na cabeça dela no bairro Estrela Verá. 

Preso por equipe da Rádio Patrulha do 3º Batalhão de Polícia Militar no dia seguinte ao crime, na casa de familiares, na Rua Beija-Flor, no Jardim Pantanal, o homem foi denunciado pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual) no âmbito da Ação Penal nº 0013944-92.2019.8.12.0002, que tramita sob sigilo na 3ª Vara Criminal da Comarca. 

Ainda em setembro de 2020, o juiz responsável pelo processo determinou a intimação do advogado de defesa da sentença de pronúncia que estabeleceu o júri popular do réu, morador no Jóquei Clube, atualmente custodiado na PED (Penitenciária Estadual de Dourados). 

Acusado foi preso pela Polícia Militar no dia seguinte ao crime (Foto: Adilson Domingos/Arquivo)

O magistrado estabeleceu que ele seja submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri “como incurso na pena do artigo 121, §2°, incisos I, IV e VI, e §7°, inciso IV, na forma do artigo 14, inciso II, ambos do Código Penal, ante a imputação de ter cometido o crime de tentativa de homicídio contra a vítima [...], qualificado pelo motivo torpe, pelo recurso  que dificultou a defesa da vítima e pelo feminicídio, com a causa de aumento da prática do crime em descumprimento de medidas protetivas de urgência”.

Crime 

Conforme noticiado pelo Dourados News na época do crime, na madrugada de 20 de novembro de 2019, aproximadamente à 1h, Gilmar, então com 42 anos, atirou na ex-mulher, de 32, após agredi-la.

A vítima chegava na casa de uma amiga, na Rua Projetada II, no bairro Estrela Verá, após o curso de auxiliar de enfermagem. 

O agressor estava escondido ao lado do muro da residência quando ela chegou. Depois de agredir a vítima, sacou a garrucha que estava na cintura e efetuou um disparo que atingiu de raspão o ouvido esquerdo dela. 

A mulher foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levada ao Hospital da Vida com risco de perder parte da audição. Não foi apurado o estado de saúde atual dela.

Após a tentativa de feminicídio, Gilmar fugiu de moto e foi capturado no dia seguinte ao crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Jovem mata ex-namorado da mãe a facadas após presenciar agressão
SENADO
CPI vai questionar negociações do Itamaraty para garantir cloroquina
ANHANDUÍ
Pedestre morre após ser atropelado por caminhão baú na BR-163
IMUNIZANTES
Saúde receberá 8,2 milhões de doses de vacina até sexta-feira
Homem que abusou da mulher é denunciado por estuprar a filha
FUTEBOL
Costa Rica vence Aquidaunense e retoma a liderança do Estadual
CRIME AMBIENTAL
Animais são abandonados, morrem e mulher é multada em R$ 4 mil
JUSTIÇA
Juiz determina que Carla Zambelli tire vídeo da canção 'Milla' do ar
CAPITAL
Homem morre após cair de três metros ao conferir estoque de loja
TJ/MS
Concurso Extrajudicial terá audiência pública no dia 27 de maio

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescentes flagrados em festa 'entregam' distribuidora que vendeu bebidas alcoólicas
IMUNIZAÇÃO
Estado aprova envio das primeiras doses da vacina Pfizer para Dourados
IVINHEMA
Após disparo, jovem é encontrado com ferimento na cabeça e morre no hospital
DOURADOS
Mulher é presa tentando entrar com porções de cocaína na PED