Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
FLAGRANTE

Homem é preso em MS com moto furtada no Paraná

22 novembro 2019 - 09h09Por Da Redação

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) recuperaram, na noite de ontem (21/11), uma motocicleta Honda CG 150 Titan, de cor laranja, com registro de furto na cidade de Cascavel (PR).

A prisão do condutor, um homem de 24 anos de idade, ocorreu durante abordagens da Operação Fronteira Segura Sul II, no município de Mundo Novo. Inicialmente o homem teve dificuldade em responder às perguntas dos policiais, depois confessou que foi contratado para trazer a motocicleta furtada até a cidade sul-mato-grossense.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Polícia Civil, onde o homem aguarda decisão judicial.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO GABRIEL
Jovem é presa ao pedir carona para transportar mochila com cocaína
CÓDIGO PENAL
Senado Federal aprova pena maior para crimes de racismo e homofobia
OPERAÇÃO SPARTACUS
Exército prende 2 pessoas, apreende 57 armas e 25 mil munições
POLÍTICA
Bolsonaro edita MP que isenta conta de luz para moradores do Amapá
NOVA ANDRADINA
Polícia Civil destrói 822 quilos de drogas no Vale do Ivinhema
REGIÃO
Startup-se Bioeconomia reúne jovens para identificar oportunidades
CAPITAL
Dependendo de moto para trabalhar, família tem veículo furtado
JUDICIÁRIO
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa
Sobe para 41 o número de mortos em acidente no interior de São Paulo
UEMS
Thiago, de 21 anos, pesquisa as potencialidades da Guabiroba-verde

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ