Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99659-5905
MEIO AMBIENTE

Homem é preso com papagaios e pássaros em operação preventiva

29 setembro 2017 - 07h30

Este é um período preocupante para a PMA com relação ao tráfico de animais silvestres, pois, de agosto a dezembro é o período de reprodução do papagaio que é a espécie mais traficada no Estado. Devido a alguns levantamentos preocupantes realizados pelo Setor de Inteligência relacionados com relação ao tráfico de animais, a PMA está realizando trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e Educação Ambiental, visto que o modus operandi principal dos traficantes é de aliciamento dos sitiantes. assentados e funcionários de propriedades rurais, para que retirem os animais e os avisem para que os comprem. Muitas pessoas fazem isto, às vezes, sem saber que estão cometendo crime ambiental.

A região principal do problema está sendo monitorada, tais como, os municípios de Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina e Brasilândia, além de Naviraí e Mundo Novo. Nessa região, ninhos também estão sendo monitorados pelos Policiais, para evitar a retirada dos filhotes, visto que essa é a preocupação maior. A base do trabalho é evitar a retirada das aves, evitando custos à fauna e ao Estado, tendo em vista os altos custos financeiros, até a reintrodução dos filhotes na natureza.

Ontem, dia 28 de setembro, equipes da PMA de Batayporã, enquanto realizavam prevenção e orientação nas propriedades rurais e assentamentos, no sentido de evitar que as aves sejam retiradas dos ninhos, receberam informações de que um homem, residente em um acampamento de sem-terras, localizado à margem da BR 376, nas proximidades do córrego Baile, no município de Nova Andradina, estaria efetuando a captura de papagaios.

Uma equipe foi ao local e encontrou o infrator (25), que já havia capturado dois papagaios e dois canários-da-terra. As aves foram apreendidas. As informações indicavam que o infrator recebera encomenda para a retirada de grande quantidade de papagaios, o que indica que os trabalhos preventivos da PMA estão surtindo efeito.

O infrator foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina e responderá por crime ambiental. A pena é de seis meses a um ano de detenção. A PMA também autuou o infrator administrativamente e arbitrou multa de R$ 4.000,00

As aves serão encaminhadas ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Comerciante leva multa de R$ 37 mil por desmatamento em Bela Vista
BELEZA
Especialista revela o porque da procura por dentistas para realizar aplicações de botox
DIREITOS HUMANOS
Estatuto da Criança e do Adolescente ganhará versão em Libras
R$ 863 MIL
Prefeito da Capital anuncia compra de “kit prevenção” à Covid-19
ESPORTES
Sob forte chuva, Hamilton garante pole position no GP de Estíria
ESPORTES
Comitê Olímpico confirma Missão Europa na próxima sexta-feira
CORONAVÍRUS
Deputados podem votar projeto de indenização a profissionais de saúde na terça
PANDEMIA
Surto de Covid-19 nas Américas está longe de acabar, dizem cientistas
JUSTIÇA
Ronaldinho Gaúcho tem recurso negado e segue preso no Paraguai
PMA
Pescadores de São Paulo são autuados por crime ambiental em MS

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados