Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
(67) 99659-5905
CRIME AMBIENTAL

Homem é multado em R$ 11 mil por desmatamento de vegetação nativa

26 janeiro 2020 - 18h13Por Da Redação

Durante fiscalização em uma fazenda no município de Terenos, Policiais Militares Ambientais de Campo Grande constataram neste domingo, dia 26 de janeiro, o desmatamento ilegal de 10,79 hectares de vegetação nativa de cerrado.

A área já estava com plantio de pastagem e parte da madeira proveniente da vegetação desmatada encontrava-se em leiras no local. O desmatamento foi verificado por imagem de satélites e ocorrera entre os anos de 2016 e 2017, se a licença ambiental.

As atividades foram interditadas e o infrator de 66 anos, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 11.000,00. Ele também responderá por crime ambiental com pena de três a seis meses de detenção. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial
CLIMA
Temperatura cai 14 graus e Dourados tem segundo dia mais frio do ano
PARALELO 18/5
PF cumpre mandados em MS contra quadrilha que traficava cocaína em barcos
CAMPO GRANDE
Capotamento termina com pai e filho mortos em estrada vicinal
POLÍTICA
Câmara aprova adiamento das eleições municipais para novembro
CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em R$ 30 mil por desmatamento ilegal
MS
Pandemia impactou em maior número de apreensões de ilícitos pelo DOF
BENEFÍCIO
Vale Universidade implanta tele-estágio e tem a aprovação de estudantes e supervisores
COXIM
Hospital Cassems inicia construção de laboratório próprio e amplia espaços para atendimento ao público
MATO GROSSO DO SUL
Detran-MS inicia leilão com mais de 200 motocicletas para circulação

Mais Lidas

REGIÃO
'Ciclone bomba' traz ventos fortes e alertas de granizo, chuvas e queda de temperatura a Dourados
PANDEMIA
MS soma mais cinco mortes de coronavírus; morador de rua douradense é uma das vítimas
POLÍCIA
Dupla é presa por tráfico de drogas no Dioclécio Artuzi
PANDEMIA
Dourados tem quatro mortes por Covid em 24 horas, uma das vítimas médico