Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Homem de 42 anos é acusado de abusar da ex-enteada por 4 anos

16 janeiro 2013 - 14h06

Um homem de 42 anos, acusado de abusar sexualmente da ex-enteada, foi preso ontem em Campo Grande. A vítima, hoje com 12 anos e gestante, escondeu o fato da mãe por medo que o padrasto cumprisse as ameaças de morte, durante os quatro anos em que foi molestada.

A menina e quatro irmãos vivem com a mãe de 33 anos, que está separada do acusado há mais de um ano.

A atendente viveu durante quase dez anos com o homem que manifestava comportamento violento e já tinha sido expulso de casa várias vezes.

“Ele invadia a minha casa, principalmente quando estava trabalhando. Sou sozinha, o pai dos três primeiros filhos nunca nem registrou as crianças e V. nunca nem deu R$ 1 para as duas filhas, então tudo era comigo. Eles são tudo para mim, tudo o que tenho”, disse a mulher ao site Midiamax.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IVINHEMA
Polícia frustra traficantes que levariam maconha para São Paulo
ECONOMIA
INSS define regras para antecipar pagamento de auxílio-doença
RIBAS DO RIO PARDO
Fusca apresenta defeito e motorista é flagrado com maconha na BR-262
EDUCAÇÃO
Enem: 670 mil estudantes já solicitam isenção da taxa de inscrição
AQUIDAUANA
Apreendida moto usada em fuga por homem que matou ex com tiro na cabeça
DOURADOS
Varas do Trabalho liberam R$ 50 mil para combate ao coronavírus
TRÊS LAGOAS
Preso integrante do PCC que sequestrou vítima para julgá-la em tribunal do crime
ASTRONOMIA
'Superlua rosa' poderá ser vista na noite desta terça no Brasil
PECULATO
Justiça condena réus por tráfico e investigador perde o cargo na polícia
GERAL
Governo federal lança programa de arrecadação de doações

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida