Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Suspeito de conduzir caminhão com 33t de maconha é preso no MT

29 setembro 2020 - 09h20Por Jessica Beatriz e Osvaldo Duarte

Na última semana, foi preso Nilson Fernandes dos Santos Junior, em Nova Mutum (MT). Ele é suspeito de ser o motorista do caminhão Bitrem, apreendido com 33,3 toneladas de maconha, em uma estrada vicinal que dá acesso à rodovia MS-166, no município de Maracaju. Na ocasião, dois “batedores de estrada” foram presos, porém, o condutor do veículo conseguiu fugir do local.

Conforme ocorrência, o suspeito é morador do BNH 4ª Plano, em Dourados. A prisão foi efetuada em uma ação que envolveu equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil, após investigações com informações da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira), de Mato Grosso do sul.

De acordo com informações policiais, foi solicitada a transferência do autor para Dourados e, após autorização, ele foi transferido de Nova Mutum até Campo Grande em um avião cedido pela Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) e encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), em Dourados, em uma viatura da Defron.

Em contato com a reportagem do Dourados News, o advogado Rodrigo Helder, responsável pelo caso, comunicou que, “a princípio, a informação que nós temos é que não era ele o condutor do caminhão. Ele havia comprado o caminhão com o patrão dele, por isso o caminhão estava no nome dele”.

Além disso, o advogado relatou que o patrão havia dado alguns dias de descanso para o motorista, alegando que precisava fazer alguns reparos no caminhão e a viagem teria acontecido neste período. “Temos algumas provas para apresentar a polícia ainda de que ele não estava no local dos fatos, naquele dia da abordagem”, enfatizou.

Caso

No dia 26 de agosto, policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam o veículo encontrado abarrotado de maconha, totalizando 33,3 toneladas. A carga é considerada a apreensão recorde no Brasil. Estima-se que o prejuízo ao crime organizado seja superior a R$ 50 milhões.

Conforme informado pelo Dourados News, a carga foi incinerada no dia 2 de setembro. A queima do entorpecente, que teve autorização do poder judiciário, foi realizada na Farinheira São Francisco, no Distrito Industrial de Dourados.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Ao ser abordado, homem diz passar fome e que precisa ser preso
BRASIL
PGR pede ao STF para aprofundar investigação contra Renan Calheiros
Bombeiros encerram buscas por idoso desaparecido há 11 dias
PANTANAL
Bombeiros encerram buscas por idoso desaparecido há 11 dias
EDUCAÇÃO
UFGD abre 457 vagas em cursos de mestrado e doutorado para 2022
CAPITAL
Sequestro que durou 1 hora termina com dois presos e reféns liberadas
EMPREGO
Divulgada abertura de Seleção da Agepan e convocação da Ageprev
CORUMBÁ
Motorista de aplicativo é sequestrada durante roubo na fronteira
204 MIL VAGAS
IBGE cancela concurso para o Censo 2022 e diz que devolverá inscrição
REGIÃO
Dupla é detida após invadir fazenda e abater animal da propriedade
UEMS
Inscrições abertas: Concurso público para docente de Medicina

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
ROMA I
Acusados de estupro, mãe de menor e jovem responderão processo em liberdade
DOURADOS
PMA prende e autua dois pescadores em R$ 2,6 mil
DOURADOS 
Cidade não tem desabrigados, mas tempestade afetou dezenas de casas na periferia