Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
(67) 99659-5905
CAPITAL

Esposa agride mulher que pediu ‘mangueira’ do marido emprestada

08 janeiro 2020 - 21h20Por Da Redação

Uma trabalhadora de 48 anos foi agredida por outra mulher na manhã desta quarta-feira, dia 08 de janeiro, no bairro Caiçara, em Campo Grande. Segundo o site Midiamax, ela teria pedido uma mangueira de água a um colega de trabalho, mas a mulher dele não gostou e a agrediu.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, a vítima estava limpando o apartamento onde trabalha, quando pediu ao colega de serviço para que passasse a mangueira de água pela janela, para que ela pudesse limpar um cômodo.

A esposa do rapaz estava no apartamento e não gostou do pedido da vítima, quando passou a agredi-la com tapas e puxões de cabelo, até a agressão ser contida. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, na 5ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

42 VÍTIMAS
Quase metade dos óbitos por Covid-19 em MS são da microrregião de Dourados
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta e se aproxima de R$ 5,35
NOTA TÉCNICA
Com risco de colapso do sistema de saúde, entidades se unem para pedir “fique em casa”
FENÔMENO NATURAL
"Ciclone Bomba" deixa sul do Brasil e segue para oceano
NEGÓCIOS & CIA
O que é Marketplace? Saiba como este espaço pode aumentar as vendas da sua franquia
PANDEMIA
Estado de calamidade pública em Ivinhema é aprovado pela ALEMS
BRASIL
Congresso promulga emenda que adia eleições municipais para novembro
PANDEMIA
Profissional de saúde de Douradina é nova vítima do coronavírus em MS
GESTÃO DE PAGAMENTOS
Como saber se o boleto é falso
SAÚDE & BEM - ESTAR
Excesso de açúcar na alimentação põe em risco a saúde das crianças

Mais Lidas

REGIÃO
'Ciclone bomba' traz ventos fortes e alertas de granizo, chuvas e queda de temperatura a Dourados
PANDEMIA
MS soma mais cinco mortes de coronavírus; morador de rua douradense é uma das vítimas
POLÍCIA
Dupla é presa por tráfico de drogas no Dioclécio Artuzi
PANDEMIA
Dourados tem quatro mortes por Covid em 24 horas, uma das vítimas médico