Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
MEIO AMBIENTE

Empresário paulista é autuado por pesca predatória em local proibido

09 setembro 2017 - 07h58

Em trabalhos de fiscalização no rio Miranda, durante a operação Independência, Policiais Militares Ambientais de Jardim autuaram nesta sexta-feira, dia 08 de setembro, um turista paulista por pesca predatória.

O infrator, um empresário de 39 anos, residente em Fernandóplis (SP) pescava em um local denominado Corredeira do Moom.

As corredeiras e cachoeiras são locais interditados para a pesca, em 200 metros a montante e a jusante. É crime a pesca nesses locais. Foi apreendido um molinete com vara.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 700,00. Ele também responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO GABRIEL
Jovem é presa ao pedir carona para transportar mochila com cocaína
CÓDIGO PENAL
Senado Federal aprova pena maior para crimes de racismo e homofobia
OPERAÇÃO SPARTACUS
Exército prende 2 pessoas, apreende 57 armas e 25 mil munições
POLÍTICA
Bolsonaro edita MP que isenta conta de luz para moradores do Amapá
NOVA ANDRADINA
Polícia Civil destrói 822 quilos de drogas no Vale do Ivinhema
REGIÃO
Startup-se Bioeconomia reúne jovens para identificar oportunidades
CAPITAL
Dependendo de moto para trabalhar, família tem veículo furtado
JUDICIÁRIO
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa
Sobe para 41 o número de mortos em acidente no interior de São Paulo
UEMS
Thiago, de 21 anos, pesquisa as potencialidades da Guabiroba-verde

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ