domingo, 21 de abril de 2024
Dourados
31ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
POLÍCIA

Em investigação de homicídios, líder de facção criminosa é preso em Dourados

03 abril 2024 - 16h55Por Jessica Beatriz e Osvaldo Duarte

Após o assassinato de Mario Sergio de Oliveira Matos, 35, na madrugada desta quarta-feira (3), na região do Parque das Nações, o SIG (Setor de Investigações Gerais) iniciou uma investigação, por conta de outros homicídios e tentativas ocorridos em bairros próximos.

O SIG/NRI de Dourados já investigava um morador no Parque das Nações II, pela participação na morte de Carlos de Palma Fermin e da tentativa de homicídio de Demetrio Siqueira Cavalcante Junior, que seria o mandante dos crimes e teria fornecido um revólver calibre 38 para as execuções.

Até que nesta madrugada, por volta de 0h30, o SIG foi informado pelas equipes do Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) sobre a ocorrência do homicídio que vitimou Mario.

Os policiais do SIG passaram a buscar por informações do crime e, mais uma vez, as suspeitas indicavam esta pessoa seria o mandante do crime, pois Mario Sergio era simpatizante do PCC e o suspeito é quem lidera, extramuros, o grupo rival denominado “oposição”. 

O investigado, identificado como Rafael Gonçalves Florentino, 33, foi localizado na cidade Fátima do Sul, por equipes do SIG do município que auxiliaram na busca. Com ele foi localizada uma porção de cocaína.  

Em conversa com o suspeito detido, foi possível obter informações do crime de homicídio ocorrido na madrugada, tendo sido identificado Gleidson Alves da Silva, 28, outro possível envolvido.

Posteriormente, na residência dele foi localizada uma arma de fogo calibre .38, com três munições intactas, arma esta que pode ser a utilizada no crime.

Em continuidade em busca na residência do suspeito detido em Fátima do Sul, foram localizadas uma espingarda calibre 12, uma pistola da marca Glock, calibre 9mm, com dois carregadores sendo um com capacidade para 30 munições, diversas munições de calibre 9mm e calibre 38/357, além de um kit Rony e um colete balístico, foi dois tijolos pela metade de entorpecente do tipo cocaína e do tipo crack, além de uma balança de precisão e um caixa de sapato com mais drogas do tipo cocaína em pequenas porções prontas para venda e grande quantidade em dinheiro em notas picadas de R$ 2,00 R$ 5,00 e R$ 10,00.

A droga pesada somou 1,7 Kg de cocaína e 563 gramas de crack.

Até o momento, Rafael Gonçalves Florentino e Gleidson Alves da Silva foram autuados por envolvimento nos crimes de tráfico de drogas e posse de arma de fogo. Os homicídios seguem em investigação. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Conheça o barrosã, o boi mais bonito do mundo
PECUÁRIA

Conheça o barrosã, o boi mais bonito do mundo

Mobilização indígena em Brasília vai pressionar contra marco temporal
DIREITOS HUMANOS

Mobilização indígena em Brasília vai pressionar contra marco temporal

Idosa é presa ao tentar levar cocaína nos chinelos para filho em presídio
REGIÃO

Idosa é presa ao tentar levar cocaína nos chinelos para filho em presídio

Brasil deve exportar 96 milhões de toneladas de soja em 2024
ESTIMATIVA

Brasil deve exportar 96 milhões de toneladas de soja em 2024

SAÚDE

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe

CONSUMIDOR

Senacon notifica sites de e-commerce por venda de dióxido de cloro

CULTURA

Mulheres sambistas lançam livro-disco infantil com protagonista negra

FUTEBOL

Palmeiras e Flamengo se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro

CULTURA

Intervenções urbanas descortinam outra Brasília

EDUCAÇÃO

Seleção oferta bolsas para estudantes-atletas do IFMS

Mais Lidas

DOURADOS 

Jovem é estuprada após ser abordada por desconhecido em Saveiro branco

COTAÇÃO

Soja segue em destaque no mercado do agro em Dourados, confira cotação

DOURADOS

Justiça manda arquivar processo de improbidade contra envolvidos na Operação Pregão

DOURADOS 

Mulher de 46 anos morre atropelada por motocicleta na MS-156