quarta, 08 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
21°min
Campo Grande
32°max
22°min
Três Lagoas
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COXIM

“Ele atirou para se defender”, diz defesa de tatuador que matou colega

28 outubro 2020 - 22h05Por Da Redação

A defesa do tatuador Washington Vieira Gonçalves, de 40 anos, ressalta que o profissional agiu em legitima defesa, durante o desentendimento que terminou com a morte de Antônio Paulo de Andrade Vaz, de 34 anos, na noite do último sábado, dia 24 de outubro, em Coxim, cidade localizada na região Norte do Estado.

“Ele agiu para se defender”, esclarece o advogado Alex Viana de Melo. O advogado já entrou com um recurso na justiça pedindo a soltura de Washington do Estabelecimento Penal Masculino de Coxim, onde ele está preso, desde o final de semana.  De acordo Alex Viana o tatuador chegou antes da vítima ao bar onde teve início a confusão.

“O Antônio Paulo se sentou na mesma mesa que ele e começou a brigar, pois não aceitava o Washington falar que pertencia ao mesmo grupo de motoqueiros que ele”, confirma. Para “evitar confusão”, ainda conforme o advogado, o tatuador saiu do estabelecimento e foi para casa. Segundo o site Campo Grande News, no entanto a vitima e um amigo, de 33 anos, foram até o endereço da Avenida João Feliciano Bezerra, no Bairro Vila Bela, em Coxim.

“O próprio amigo da vítima diz que Washington saiu do local para evitar confusão. Ele já estava em casa jantando com a mãe dele que é idosa, quando a vítima chegou ao local gritando”, completa. Alex Viana explica que o tatuador saiu da residência e no meio da discussão, levou uma cabeça e foi prensado na parede pela vítima. O amigo de Antônio ainda teria segurado o tatuador para que ele não retornasse para a residência.

“Foi quando ele se desvencilhou e ocorreram os disparos. Ele agiu para se defender”, ressalta o advogado. Antônio foi morto com cinco tiros. Alex Viana também confirma que o cliente pediu para que o amigo da vítima permanecesse no local até a chegada da Polícia Militar. O tatuador pediu para acionar a polícia e aguardou a chegada dos policiais ao local para explicar o ocorrido e entregar o revólver calibre 38. usado no crime. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF valida decisão que suspende despejos até março de 2022
MEDIDA

STF valida decisão que suspende despejos até março de 2022

Conselho do FCO aprova R$ 2,3 bilhões em financiamentos para MS em 2022
ECONOMIA

Conselho do FCO aprova R$ 2,3 bilhões em financiamentos para MS em 2022

Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na Assembleia
MS

Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na Assembleia

ECONOMIA

AEB projeta queda das exportações e do superávit da balança em 2022

Polícia flagra autor de furto e grupo por receptação
RIO VERDE DE MT

Polícia flagra autor de furto e grupo por receptação

ACIDENTE

Homem morre e mulher fica ferida após caminhonete ser prensada entre caminhões na BR-158

IMUNIZAÇÃO

Covid-19: mais 1,4 milhão de doses da Janssen chegam hoje ao Brasil

RESERVA INDÍGENA

Polícia apura que jovem desaparecida em Dourados pode ter sido morta a facadas

CAPITAL

Jovem é atacado a facadas em casa e morre

MEDIDA

Aprovada PEC que cria a Polícia Penal em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

OPERAÇÃO GEMINUS

Dono de transportadora de Dourados é preso em Operação que investiga tráfico de cocaína

REGIÃO

Douradense se afoga em balneário de Fátima do Sul

RIO DOURADOS

Bombeiros localizam corpo de douradense que se afogou em Fátima do Sul

OPERAÇÃO GEMINUS

PF cumpre 11 mandados em Dourados contra esquema de tráfico internacional de drogas