Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
DÍVIDA POR DROGAS

Jovem mata criança de 4 anos e mulher a facadas

14 agosto 2014 - 08h51

Maria Dolores Vaz Seguro, 58, foi assassinada no começo da noite de quarta-feira (13) juntamente com sua neta Carolina Crispim Seguro, 4, em sua residência, localizada a rua Miguel Sotani, no bairro Jardim Paraíso, em Naviraí. Ambas foram mortas a golpe de faca.

Maria Dolores, conhecida por ‘Lola’ levou 17 facadas, enquanto sua neta, 19. O crime bárbaro chocou a população da cidade e o autor que foi identificado como Eder Peixer, 20. Ele foi preso logo depois por policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Naviraí.

Conforme o site Tá Na Mídia, Eder foi localizado escondido nos fundo de uma residência situada no bairro Jardim Progresso. O crime ocorreu, por volta das 18h.

O filho da mulher assassinada e pai da criança chegou à residência e ao bater na porta chamando pela sua mãe e foi surpreendido pelo acusado que saiu sujo de sangue e tentou agredi-lo entrando em luta corporal. Em seguida empreendeu fuga.

Ao entrar, o filho encontrou as vítimas caídas no chão. No desespero, pegou sua filha no colo e saiu para rua à procura de ajuda, conseguindo carona até a Santa Casa de Naviraí, onde a menina foi socorrida, mas veio a falecer devido à gravidade dos ferimentos. A Polícia Militar foi acionada, assim como o Corpo de Bombeiros, que chegaram à residência e encontraram a mulher já sem vida.

Durante o registro do caso o rapaz foi informado que sua mãe também havia falecido, ele relatou aos policiais que conheceu o acusado em Ivinhema onde trabalharam juntos por um tempo em uma empresa e disse não saber o motivo do crime.

Eder, no entanto, confessou o ato e disse que o filho da vítima possui uma dívida com ele de R$ 800 por drogas. Ainda conforme o site, no depoimento o acusado informou ter cobrado o rapaz por várias vezes e vendido móveis de sua casa para quitar a dívida com os traficantes.

Na noite de quarta, foi à casa dele para cobrá-lo novamente e encontrou somente a mãe e sua filha. Ao falar da dívida com a mesma foi agredido pela mulher. Então pegou uma faca que estava sobre a mesa e começou esfaqueá-las. Questionado por que havia matado a menina, Eder respondeu que “parece que o cão atenta, estou com vergonha, pensei até em me matar”.

Ao saber da prisão de Eder, o jovem e alguns familiares tentaram invadir a delegacia, porém foram detidos pelos policiais. O rapaz foi autuado em flagrante por crime duplo homicídio qualificado. Ele será encaminhado para o presídio local, onde ficará a disposição da justiça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Lotomania passa a ter três sorteios semanais a partir de sexta-feira
VIOLÊNCIA
Homem com "mania de perseguição" é encontrado morto com corte no pescoço
NÚMEROS DA PANDEMIA
Brasil registra mais 818 mortes por Covid e ultrapassa 595 mil
NOVA ANDRADINA
Ex-vereador é preso por furtar insumos agropecuários de prefeitura
Detran-MS encerra curso de agente de trânsito com blitz em Dourados
GERAL
Detran-MS encerra curso de agente de trânsito com blitz em Dourados
CAPITAL
Detento de 37 anos é encontrado morto em cela de Presídio
FUTEBOL
Uefa e Conmebol anunciam a criação da Super Copa dos Campeões
REGIÃO
Polícia prende investigado por estupro de vulnerável
Fundação de Cultura divulga relação dos beneficiados no "MS Cultura Cidadã"
SAÚDE
Pfizer pede à Anvisa que avalie eficácia de terceira dose da vacina

Mais Lidas

REGIÃO
Acidente entre Dourados e Fátima do Sul matou mulheres e deixou policial ferido
EXECUÇÃO
Justiceiros matam mais um na fronteira e deixam recado
DOURADOS
Mulher é agredida em discussão e desfere golpe de faca no órgão genital do companheiro
HOMICÍDIO
Com tiros na cabeça e peito, jovem é executado em Pedro Juan Caballero