Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99659-5905
5 MIL

Dupla presa assassinou contador para vender veículo Celta na Bolívia

27 março 2020 - 19h35Por Da Redação

Apesar de a fronteira do Brasil com a Bolívia estar fechada, por causa da pandemia de coronavírus, era para lá que Ryan Victor da Vera Cruz Teles, 20 anos, e Paulo Roberto Mendes dos Santos, 19 anos, queriam levar o carro do contador Aparecido Ferreira da Silva, 49 anos, assassinado pela dupla, a facadas, na tarde da última terça-feira, dia 24 de março, na saída para Sidrolândia, em Campo Grande.

O objetivo da dupla, conforme as apurações policiais indicam, era vender o veículo da vítima, um Chevrolet Celta, por R$ 5 mil.

Nesta quinta-feira (26), Ryan e Paulo foram presos pelo latrocínio, depois de o veículo ser localizado em oficina mecânica no bairro Colibri, em Campo Grande. Encontrados por equipe da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio), os dois confessaram o crime e, hoje cedo, tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz Aluizio Pereira dos Santos, durante audiência de custódia.

O auto de prisão confeccionado revela que incidente relacionado ao abuso da velocidade em estrada de terra fez o plano criminoso fracassar. Segundo o site Campo Grande News, depois de matar a vítima e jogar o corpo no mato, perto do assentamento Santa Mônica, entre Campo Grande e Terenos, os ladrões saíram com o veículo, mas acabaram batendo em uma pedra, o que impediu a continuação da empreitada de “arrastar” o carro até a Bolívia, a 400 km de distância.

Os rapazes, então, conseguiram ajuda para guinchar o veículo e deixaram na oficina para orçamento do conserto, que seria pago com dinheiro da vítima. Em torno de R$ 900 foram levados do contador.

 A partir da localização do carro, e de informações de testemunhas, como por exemplo uma que presenciou luta entre a vítima e os bandidos dentro do carro, as equipes da DEH com apoio da DEPCA  (Delegacia Especializada de Proteçã à Criança e ao Adolescente) prenderam os jovens, que são vizinhos no Bairro Guanandi.

Eles indicaram o local onde desovaram o cadáver e contaram como tudo aconteceu. 

O delegado Carlos Delano, responsável pela investigação que prendeu Ryan e Paulo. 

“Reagiu”

Ryan e Paulo, em seu depoimento ao delegado titular da DEH, Carlos Delano, confessam que há uma semana estavam planejando o roubo do Celta, que é ano 2008 e modelo 2009.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Morador faz monitoramento aéreo e ajuda combater a dengue no bairro onde reside
DOURADOS
Prefeitura detalha ter empenhado R$ 5,1 milhões para despesas com o novo coronavírus
TRÁFICO
Polícia encontra mais de 600kg de maconha e skunk em MS
SAÚDE PÚBLICA
Número de doadoras de leite materno em MS cai durante a pandemia
BRASIL
Governo prorroga até 30 de setembro prazo para alistamento militar
CERTIFICADO DIGITAL
Preços especiais para pessoa física e jurídica.
JARDIM
Corpo é encontrado por garis em matagal
DOURADOS
Juiz libera mais meio milhão de reais para projetos sociais na pandemia
DESCAMINHO
Contrabandista é preso com 7,5 mil maços de cigarros na BR-163
ABONO SALARIAL
Prazo para saque do abono do PIS/Pasep 2019-2020 acaba hoje

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
TRÁFICO
Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido